16/11/2019

Polícia indicia piloto de jet ski pela morte de jovem na Lagoa do Portinho


Foto: Reprodução Click Parnaíba

A Polícia Civil do Piauí indiciou o comerciante Tiago Carvalho Versoza, condutor de uma moto aquática que se envolveu em um grave acidente na Lagoa do Portinho matando uma jovem de 21 anos. Ele deve responder pelo crime de homicídio culposo, segundo o delegado Igor Gadelha.

O acidente ocorreu no dia 15 de setembro desse ano, no período da noite. Tiago pilotava um jet ski com duas meninas no veículo. De acordo com a Defesa do condutor, o forte vento virou a moto e as duas amigas caíram na lagoa. Uma delas, identificada como Maria Luiza, de 21 anos, morreu afogada. O corpo só foi localizado um dia após o acidente. A segunda vítima foi socorrida por um banhista que ouviu os pedidos de ajuda.

O delegado informou ao Cidadeverde.com que a investigação constatou que o condutor não tinha carteira de habilitação para pilotar a moto aquática. Além disso, ele pilotava em horário proibido no dia do acidente, no período da noite.

Gadelha ouviu várias testemunhas que presenciaram o crime. "A investigação apontou que somente ele usava colete salva-vidas e as duas jovens estavam sem proteção".

Ele informou ainda que na noite do ocorrido houve um apagão na região da Lagoa do Portinho, o que dificultou o socorro às vítimas.

"A lagoa estava no escuro e isso dificultou para ela (Maria Luiza) ser salva, não se via nada, tudo estava na escuridão", disse o delegado, de acordo com os depoimentos.

O delegado ressaltou que o suspeito o acidente será enquadrado pelo Código Penal, pois o Código Brasileiro de Trânsito não aponta esse tipo de crime.

O Cidadeverde.com tenta contato com a defesa do comerciante. O espaço está aberto para esclarecimentos.


Yala Sena e Carlienne Carpaso

carliene@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing