18/11/2019

Fecomércio contesta Semar na interdição das praias


A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Piauí é contra ações da Secretaria do Meio Ambiente do Estado que estabelece proibição de banho em praias do litoral piauiense atingidas por manchas de óleo.


Segundo Valdeci Cavalcante, a recomendação de não uso de praias é atribuição da União e não do Estado. O presidente da Fecomércio disse que a Semar não tem legitimidade jurídica para interferir nas praias afetadas com óleo. “Isso é atribuição da União”, afirma. 

A Associação Comercial e Industrial de Luís Correia protocolou na Procuradoria da República em Parnaíba, representação contra a Semar, alegando inconsistência legal nas ações de recomendação de não uso de praias e prejuízos ao turismo no litoral. A Fecomércio reforçou a iniciativa da entidade empresarial. 

(Elivaldo Barbosa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing