30/10/2019

Polícia encontra cocaína avaliada em R$ 100 mil e embalada com foto de Pablo Escobar


Foto: Força tarefa/Paulistana

Um rapaz de 24 anos foi preso no Sul do Piauí suspeito de tráfico de drogas. Com ele foram flagrados mais de três quilos de cocaína em uma embalagens com a foto do narcotraficante colombiano Pablo Escobar. A prisão foi efetuada nesta terça-feira (29) em Paulistana, a 468 Km de Teresina.

O preso trata-se de Romário Rodrigues de Sousa, natural de Paulistana. Foram encontrados três tabletes de substância análogo à cocaína, que estavam enterrados no quintal da casa. O entorpecente estava escondido dentro de uma jarra de barro.


Local onde a droga estava enterrada.

“Curiosamente, a droga estava envoltos em uma bexiga e estava embalada com a foto de um famoso narcotraficante colombiano, o Pablo Escobar. Eram pouco mais de 3 kg de cocaína, mas acreditamos que eles ainda adicionam outros ingredientes como trigo, pó de giz e outros, o que aumenta o volume e o valor da droga”, explicou o comandante do 20° BPM, major Estanislau Felipe.

No balanço final, foram apreendidos dois celulares e os 3,1 kg da droga. Segundo a polícia, a cocaína estaria estimada num valor de cerca de R$ 110 mil reais. “Isso por baixo, levando em consideração que eles venderiam 1g por R$ 30, mas há lugares que esse valor chega a R$ 60”, destacou o major.

A operação foi fruto de mais de três meses de investigação e cooperação entre as Inteligências locais das Polícias Militar. Para o comandante da PM, a cocaína deve ter origem colombiana. "Ou da Colômbia ou de algum país latino das proximidades", completou.



Pablo Escobar foi um narcotraficante colombiano que conquistou fama mundial em meados do século passado como "o senhor da droga colombiano". Ele enriqueceu graças ao tráfico de cocaína nos Estados Unidos e outros países.

Valmir Macêdo
valmirmacedo@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing