13/09/2019

Vídeo: adolescente salva irmão de quatro anos de suposto sequestro na zona Sul de Teresina



Um criança de quatro anos de idade sofreu uma suposta tentativa de sequestro na Rua Santa Cássia, na Vila Irmã Dulce, zona Sul de Teresina. De acordo com a avó Jessilene de Sousa, o menino só não foi levado porque o irmão de 13 anos de idade o salvou.

Áudios compartilhados pelo WhatsApp mostram o desespero da avó dos meninos. Ela conta que o caso ocorreu por volta do meio-dia desta quinta-feira (12). 

"Um carro preto [...] meio-dia tentou sequestrar meus dois netos. Tô aqui na vila Irmã Dulce [...] peço que vocês tomem muito cuidado com os filhos de vocês, com os netos de vocês. Se não fosse meu neto mais velho tinham levado meu neto pequeno [...] não deixem os filhos de vocês na rua brincando. Tentaram pegar meu neto na rua daqui de casa, tentaram pegar o filho da irmã Elisângela na rua de trás. Cuidado. Quem puder divulgar nos grupos de famílias, amigos. Divulguem pelo amor de Deus", disse a avó em áudios compartilhados pelo WhatsApp.

Câmeras de segurança flagraram os irmãos caminhando em via pública. Na sequência, passa pelo mesmo local, o suposto criminoso em um carro de cor escura. Ele teria colocado a mão para fora do veículo para puxar a criança. Assustado, o adolescente de 13 anos teria saído correndo desesperado e entrada na horta comunitária. 

"O carro parou bem na nossa frente. Eu desviei pelo meio fio e continue caminhando. Botei meu irmão para o outro lado e o carro deu uma aceleradinha. Ele para na nossa frente de novo, abre a porta e tenta pegar meu irmão. Daí soltei as coisas que estavam na mão, botei ele no braço e saí correndo. Percebi que tinham algumas pessoas na horta e corri pra lá. Me sinto com medo de sair de casa", conta o adolescente de 13 anos. 

A avó das crianças disse que teme pela vida dos netos e que vai registrar boletim de ocorrência nesta sexta-feira (13). 

"Temi muito pela vida dos meus netos. A gente não sabe qual a intenção dessas pessoas de pegar uma criança, tentar matar fazer qualquer coisa [...] ninguém sabe. A gente fica desesperada porque não sabe o que pensa [..] não estou nem com ação de trabalhar. Fico com medo de voltarem. A moça que mora aqui do lado disse que esse carro já vem passando há vários dias, bem devagar. A outra vizinha disse que viu essse carro subindo e voltando bem devargazinho. É constante", desabafou Jessilene de Sousa. 

Nota da Polícia

A Polícia Civil do Piauí informa que, desde a data de ontem (12/09), após tomar conhecimento do vídeo, encaminhou as referidas imagens ao Instituto de Criminalística para sejam analisadas, e acrescenta que até o momento não foi realizado registro da ocorrência parte da família dos adolescentes que teriam sido abordados. Contudo, as investigações para constatar a veracidade dos fatos, seguem sob a alçada do 23 DP.

Com informações Christhian Sousa (TV Cidade Verde)
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing