28/09/2019

CAOS: médicos estão com atraso nos salários há cinco meses em mais de 15 cidades do Piauí, diz CRM

O Conselho e o Ministério Público debateram a possibilidade de ajuizar uma ação contra o Governo do Estado. A Secretaria de Saúde do Piauí não foi encontrada para comentar.

Mulher foi presa em flagrante pela Polícia Federal na sede do CRM-PI — Foto: Divulgação/CRM-PI

Médicos estão com atraso nos salários em 16 municípios do Piauí, de acordo com o Conselho Regional de Medicina no estado (CRM-PI). Em reunião nessa quinta-feira (26), o Conselho e o Ministério Público (MP) debateram a possibilidade de ajuizar uma ação contra o Governo do Estado, com objetivo que a Justiça determine a regularização dos pagamentos.

O G1 procurou a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), mas até a publicação desta matéria não obteve contato.

Um representante da Sesapi que participou da reunião afirmou, segundo o CRM-PI, que no dia 30 de setembro o cronograma de pagamentos dos atrasados começaria a ser colocado em prática e que o mês de dezembro não será pago este ano, mas em fevereiro de 2020.

Segundo o CRM, mesmo com a promessa de regularização dos pagamentos, o MP deliberou ações conjuntas para obrigar o estado a realizar concurso público para profissionais de saúde e até mesmo ações de improbidade administrativa que devem recair sobre gestores.

Municípios em que médicos estão com atraso nos salários:

Teresina; Alto Longá; Barras; Caridade do Piauí; Elesbão veloso; Floriano; Guadalupe; Inhuma; Miguel Alves; Picos; Piripiri; Regeneração; São Miguel do Tapuio; São Raimundo Nonato; Simplício Mendes e Uruçuí.

Fonte: G1 PI/Edição: Portal PHB em Nota

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing