02/08/2019

UESPI discute cooperação técnica com a Polícia Rodoviária do Piauí

Após a formalização do acordo, vagas para estágios serão disponibilizadas aos estudantes da UESPI 

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e a Polícia Rodoviária Federal do Piauí (PRF-PI) discutiram a possibilidade de cooperação técnica entre as instituições com o objetivo de propiciar a integração dos alunos da UESPI com a PRF por meio de estágios obrigatórios ou não, no sentido de promover o alinhamento da teoria aprendida em sala de aula com a prática. O encontro foi hoje (02) pela manhã, na sede da Polícia Rodoviária.

De acordo com o Superintendente da PRF, Stênio Pires, a cooperação com a UESPI irá trazer benefícios para todos os envolvidos diretamente e também para a população. Os alunos da UESPI irão colocar em prática o que aprendem em sala de aula, a PRF ganha com estagiários mais qualificados e a população com um atendimento mais eficiente. “Com esse trabalho, iremos oferecer um melhor atendimento à sociedade, portanto iremos salvar vidas, tanto na questão de prevenção de acidentes quanto na segurança pública como um todo. Uma PRF munida de mais informações, servidores bem atendidos, dará uma resposta melhor à sociedade”, explica.

Stênio Pires, novo Superintendente da PRF-PI, tem o interesse em integrar a PRF aos centros de estudos

Nesta perspectiva, a PRF solicitou o acordo de cooperação, que foi aceito prontamente pela UESPI. A ideia é de um projeto de extensão envolvendo diversas frentes de trabalho. “A Polícia Rodoviária dispõe de dados e recursos que serão analisados pela Universidade, visando um aprimoramento da atuação da Polícia Rodoviária no Piauí. Então, por exemplo, os alunos dos cursos de saúde irão fazer as avaliações de saúde dos servidores, os do curso de Administração irão auxiliar nas atividades internas, os de Jornalismo serão fundamentais na comunicação interna e externa da Polícia, entre outras áreas que serão favorecidas”, pontua o Coordenador do curso de Educação Física da UESPI, Moisés Mendes.

O Coordenador do curso de Ed. Física da UESPI atentou para os benefícios que a parceria irá trazer 

Questionado a respeito de quais áreas serão de interesse da PRF para a atuação dos discentes da UESPI, o Superindente afirmou que para uma atividade operacional bem desenvolvida é necessária uma administração interna para dar suporte, citando as áreas de gestão de pessoas, comunicação, tecnologia, perícia, entre outras.

O acordo de cooperação técnica passará pela Advocacia-Geral da União (AGU) para avaliação e pela área jurídica da UESPI. Superadas todas as questões jurídicas, a acordo será assinado até o final do ano, tendo o início das atividades programado já para o início de 2020.

Assessoria de Comunicação - UESPI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing