02/08/2019

PI: Jovem sequestrada por falsos policiais já havia sido raptada

Segundo a irmã da vítima, ela já foi sequestrada há dois anos.

Crédito: Arquivo Pessoal

A jovem identificada como Lana Karina que foi baleada na perna após ser sequestrada por dois homens que se passaram por um oficial de justiça e um policial civil na manhã de quinta-feira (01/08), em Campo Maior, já foi vítima de um outro sequestro há dois anos.

Segundo a irmã da vítima, Daniele Ferreira, os bandidos mandaram a família procurar Lana na delegacia, mas a jovem não foi encontrada no local. 

“Ontem às 07h da manhã dois homens chegaram na porta da residência dela em um carro modelo Gol de cor branca com quatro portas e disseram que estavam com uma intimação para entregar, ela pediu para ver o mandado, eles não entregaram e já foram pegando ela e colocando no carro. Uma outra irmã nossa tentou segurar, eles mandaram ela soltar, pediu pelo menos para ela trocar de roupa e eles não deixaram. Saíram dizendo para a gente ir para a delegacia que eles iam levar ela para lá”, declarou.

Daniele afirmou ainda que a polícia ainda não descobriu quem sequestrou Lana há dois anos. “Foi então que a gente se juntou e fomos até a delegacia, quando chegamos lá os agentes disseram que não estavam sabendo de nada, que lá não tinha nenhuma mulher presa, que eles não sabiam de nada dessa operação. Com isso a gente já entrou em desespero e imaginamos logo que tinha sido sequestro até porque há uns dois anos sequestraram ela , espancaram e a polícia nunca descobriu quem realmente fez isso”, afirmou. 

“Estávamos de saída para Teresina quando ela ligou dizendo que estava depois de Altos, tinha sido abandonada lá por esses caras e estava baleada, tinha dois rapazes que estavam trabalhando na torre e socorreram ela. De Altos foi transferida para Teresina, já passou por uma cirurgia para retirada dos projeteis, só foi retirado um e o outro vai ser retirado essa próxima semana. Ela disse que no momento do sequestro eles só procuravam um suposto dinheiro que o patrão dela tinha, perguntavam ela onde estava esse dinheiro e ela disse que não sabia dinheiro nenhum. A polícia agora segue investigando, analisando imagens de câmeras de segurança e estamos na espera”, finalizou a irmã da vítima.

Crédito: Arquivo Pessoal
Crédito: Arquivo Pessoal

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing