23/07/2019

Abalado, pai do estudante Gabriel diz que sentimento é de "muita dor"


Fotos: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O sentimento é de dor e saudade para familiares do estudante Gabriel Breno Nogueira da Silva Oliveira, 21 anos, que morreu seis dias após ser baleado quando saia da pensão, onde mora, com um tiro na cabeça.

O pai, bastante abalado, Evandro Silva diz que "acredita que as autoridades vão botar a mão no assassino". 


"No momento, não foi preso. A gente está cuidando para levar o corpo dele para Caxias, o sentimento é de muita dor, só sabe quem está passando. Mas, eu tenho a pura certeza que as autoridades do Piauí vão botar a mão no assassino, que hoje ele é um assassino", disse o pai de Gabriel.

Gabriel era um dos seis filhos de Evandro Silva, que contou que ele estava há poucos meses em Teresina para estudar. 



O estudante morreu por volta das 5h45 no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Além do pai, uma tia, um primo e amigos estão no hospital e providenciam a liberação do corpo. 

O corpo será encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e de lá deve seguir para Caxias-Ma, onde ocorrerá o velório e enterro. 

O delegado Sérgio Alencar, titular do 1º Distrito Policial, aguarda o mandado de prisão contra o suspeito, que está sendo monitorado pela polícia. Ele divulgou imagens das câmeras de segurança que mostram o momento que o estudante é baleado. 


Flash de Graciane Sousa
Redação Caroline Oliveira
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing