04/06/2019

Vídeo: mulheres são suspeitas de sequestrar idosa e roubar R$ 8 mil


Imagem mostra suspeitas com idosa em uma loja de celular

Uma idosa de 68 anos, que não quis se identificar, foi vítima de sequestro relâmpago na última sexta-feira(31) no bairro Parque Piauí, zona Sul de Teresina. As duas suspeitas levaram cerca de R$ 8 mil em dinheiro e celulares da idosa, além de ficarem cerca de cinco horas rodando com ela pela cidade. A família divulgou um vídeo com a imagem das duas mulheres na loja do celular, junto com a idosa. 

Uma sobrinha da vítima, que também não quer se identificar, informou ao Cidadeverde.com como tudo aconteceu. 

"Ela tinha ido por volta das 8h30 na loteria do Parque Piauí, feito uns pagamentos e sacado R$ 400. Ela também tirou o extrato da poupança. Passou no mercado e estava na rua de casa, quando foi abordada por uma mulher, que desceu do carro perguntando sobre um endereço. Minha tia disse que não sabia, mas a mulher insistiu e disse que ela sabia e mandou entrar no carro, apertando pescoço dela por trás colocou uma coisa para ela cheirar, o que a deixou dopada", descreveu a sobrinha. 

As mulheres estavam em um Fiat Uno Way, cor cinza e teriam começado a rodar com a idosa. Viram os extratos na mão dela e teriam parado em uma loteria na avenida Barão de Gurgueia, onde a vítima sacou R$ 1100. "Ela não conseguiu sacar mais, porque já tinha tirado R$ 400", explicou a familiar. 

Depois seguiram para uma loja de celulares, onde compraram um celular e um tablet. "A vendedora desconfiou que elas não perguntaram nem o preço, foram logo escolhendo e a minha tia pagando. Conseguimos as imagens e dá para identificá-las. Ai foi mais R$ 1500".

Segundo a sobrinha, a dupla ainda levou a idosa para a Caixa Econômica no bairro Piçarra onde ela teria entrado sozinha e sacado R$ 5 mil da poupança. "A titia parecia que estava direcionada, fez tudo que elas mandaram, depois voltou para o carro, entregou o dinheiro. Elas deram mais uma volta e a soltaram. Um taxista viu que ela estava desnorteada e ao falar com ela, foi que ela caiu em si e começou a chorar", afirmou. 

Neste momento, a família já havia ido a hospitais da zona Sul com medo que algo pudesse ter acontecido, já que ela havia encontrado a irmã no mercado e avisou que retornava para casa. O taxista levou a mulher para casa que contou á família o que tinha acontecido. 

"Nós fomos no 4º DP (Parque Piauí) e não quiseram registrar boletim de ocorrências, disse que não podiam. Fomos na Delegacia do Idoso mas já estava fechada e não abria no sábado. Na Central de Flagrantes também não nos atenderam, então encontramos um advogado lá que nos orientou a ir até o 6º DP (Piçarra), onde enfim conseguimos registrar, enderaçado ao 4º DP", questionou.

A família conseguiu imagens da câmera de segurança da loja de celulares, que mostra as duas mulheres e a tia idosa. O vídeo será utilizado nas investigações da polícia. 

O delegado do 4º Distrito Policial, Josimar Brito, informou que somente nesta terça(04) conseguiu saber sobre o boletim de ocorrência e terá acesso assim que voltar a energia no DP.



Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing