23/04/2019

Policiais filmados espancando preso dentro de delegacia no Piauí são soltos

Eles estavam presos administrativamente e devem retornar ao posto de trabalho até a decisão judicial.

Policiais são presos suspeitos de torturar homem algemado. — Foto: Reprodução

Os dois policiais militares filmados espancando um homem preso e algemado dentro da delegacia de Piripiri, Norte do Piauí, foram soltos nesse domingo (21). Eles estavam presos administrativamente e devem retornar ao posto de trabalho até a decisão judicial.

"A prisão administrativa durou 10 dias e agora os policiais vão responder o processo penal militar. Eles vão continuar lotados em Piripiri, aguardando a decisão judicial", informou o comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Lindomar Castilho.

A Polícia Civil do Piauí informou que o caso será levado para a Corregedoria da Polícia Civil. O inquérito policial não foi concluído.

Na semana passada, o Ministério Público do Piauí ofereceu denúnciacontra os dois soldados que aparecem no vídeo e um cabo que presenciou, mas teria omitido o crime. De acordo com o promotor de Justiça Marcelo de Jesus Monteiro, a vítima enquanto estava detida foi submetida a sofrimento físico, que configurou o crime de tortura.

Os policiais denunciados foram: Elvison Rafael de Sousa Monteiro, Agostinho Francisco de Sousa Neto, Domingos de Silva Sousa.

Na denúncia enviada ao juiz de direito da 1ª Vara da Comarca de Piripiri, o promotor requereu: a condenação dos denunciados à pena privativa de liberdade pertinente, cumulada com a perda do cargo e com a interdição de seu exercício pelo dobro do prazo da pena privativa de liberdade aplicada; além do arbitramento de valor mínimo para reparação dos danos causados pela infração, considerando o prejuízos sofrido pela vítima.

Entenda o caso

No vídeo, gravado dentro da Delegacia de Polícia Civil de Piripiri, dois policiais militares agridem um homem que está sentado entre os dois, com as mãos algemadas nas costas. Os policiais desferem tapas no rosto do homem, enquanto ele implora que parem.

O homem agredido é Edcarlos Alves da Silva, preso pelo furto de uma moto. Ele foi solto durante audiência de custódia.

A defesa dos policiais afirmou que o vídeo mostra “apenas um fragmento da história” e que o preso apresentou comportamento agressivo durante a ação policial. “Vinha agredindo os policiais verbalmente, mesmo algemado ele chegou a dar cabeçada nos policiais e eles perderam a cabeça e houve a agressão”, disse advogado Paulo Germano.

Fonte: G1/PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing