23/03/2019

Mão Santa pede ajuda do Exército e Marinha para socorrer desabrigados



O prefeito de Parnaíba anunciou na manhã deste sábado (23) que pediu o auxílio do Exército e da Marinha para ajudar no socorro às famílias desabrigadas por conta das chuvas. No município, subiu para 57 o número de famílias em abrigos. São 400 casas atingidas pelas águas.

O gestor informou ao Cidadeverde.com que assinou um decreto criando a Comissão de Assistência às Vítimas de Inundações em Parnaíba. O grupo terá a missão de arrecadar alimentos e materiais para as famílias desabrigadas. O trabalho ficará ao comando da Secretaria de Desenvolvimento Social, que tem a frente a primeira-dama da cidade, Adalgisa Moraes Souza.


Imagem Nelson Lemme

Ainda segundo Mão Santa, os empresários Luiz Sousa e Inácio Albuquerque é que vão comandar a comissão. O prefeito disse que a situação é de calamidade e o decreto vai agilizar na liiberação de recursos e licitações para atender às vítimas.



"Não se sabe se vai aumentar o número de desabrigados. Isso só Deus. Lembramos que em 1974 tivemos a maior enchente. É uma cidade baixa e que as cheias atingem ricos e pobres", disse Mão Santa, revelando que o bairro onde mora também foi atingindo. Na tarde hoje 18 carros pipa estão fazendo bombeamento para sugar águas na áreas mais críticas, que estão no Piscinão, no bairros Piauí, Frei Higino, bairro da Rodoviária, Santa Luzia, Planalto, Cataduvas, São José e Do Carmo. 



A comissão, que vai atuar 24h em regime de plantão arrecadará roupas, alimentos e colchões. "O piauiense é um povo generoso, o parnaibano também é e sei que virão doações para quem está precisando", afirmou Mão Santa.

Quem quiser fazer doações para os desabrigados pode se dirigir à Secretaria de Desenvolvimento Social, localizada na Avenida Pinheiro Machado no horário de 8h às 18h.

Flash Yala Sena e Hérlon Moraes
redacao@cidadeverde.com

Um comentário:

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing