25/01/2019

Caso Camilla Abreu | TJ decide em fevereiro sobre perda da patente de capitão

Allisson Wattson da Silva é acusado de matar e ocultar corpo da estudante de direito. Representação é de autoria do Estado


Foi incluída na pauta de julgamento do dia 04 de fevereiro, do plenário do Tribunal de Justiça do Piauí, a representação do Estado do Piauí pela perda da patente do capitão Allisson Wattson da Silva Nascimento. Ele é acusado de matar e ocultar o corpo da jovem Camilla Pereira de Abreu, em outubro de 2017.

O relator e o desembargador José Francisco do Nascimento.

Ao se manifestar no caso, o Ministério Público, através da promotora Ana Isabel de Alencar Mota Dias opinou pela pela procedência da representação para a perda da patente do militar "com a consequente perda do soldo e remuneração pagos pelos cofres públicos estaduais".

Na representação, a Procuradoria Geral do Estado lembra que quando interrogado, "o próprio acusado veio a confessar o crime". E cita a posição do Conselho de Justificação da Polícia Militar,que "entendeu que a conduta do réu resultou em demérito para a imagem da Polícia Militar, manifestando-se pela perda do cargo".

O pedido de envio do processo ao Tribunal de Justiça foi assinado em maio do ano passado pelo governador.

Sobre o caso
Camilla Abreu desapareceu na madrugada do dia 26 de outubro, quando a família da estudante registrou queixa. As investigações apontaram que após deixar a facultade, a jovem foi encontrar com o namorado, Allisson, em um restaurante, e depois não foram mais vistos.


A reação do capitão intrigou a família e a polícia, que acabou concluindo pelo envolvimento de Allisson na morte da jovem. Preso, ele acabou confessando e levando os policiais até o local onde deixou o corpo de Camilla.

Fonte: 180

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing