21/09/2018

PI: sem viatura, polícia deixa de fazer diligência para prender suspeito de homicídio

Esquerda para direita: Juscelino, vítima, e Cyro, acusado Reprodução 

A polícia continua sem pistas do paradeiro de “Cyro Balla”, jovem acusado de assassinar Antonio Juscelino Oliveira Santos, crime ocorrido esta semana na cidade de Buriti dos Montes, município da Região dos Carnaubais.

Segundo apurou o Em Foco, no momento do crime tinha um único policial no GPM, porque este mora na cidade. O policial foi ao local do crime em sua própria motociclista. Não foi feita nenhuma diligência, nem perseguição ao suspeito, que teria fugido de moto ou de carro da cidade.

Cyro Balla se encontra foragido desde o dia do crime
A reportagem conseguiu falar com o capitão Cruz. Ele confirmou que o município de Buriti dos Montes realmente se encontra sem viatura, pois a mesma foi encaminhada para uma manutenção. Disse que cerca de 50 minutos depois do crime a polícia de São Miguel do Tapuio chegou à cidade de Buriti e fez diligências, mas o suspeito já havia fugido, provavelmente, no carro do pai. A Polícia está providenciando um mandado de prisão, uma vez que o suspeito foi identificado.

O CRIME
Na última terça-feira, Juscelino Oliveira teria passado por pelo menos duas vezes na frente da casa onde Cyro Balla estava. Em outra vez teria parado na calçada de uma casa vizinha e já foi recebido a tiros pelo acusado.

“Eles já tinham discutido e Juscelino chegou a derrubar a companheiro de Cyro de uma moto. A rixa já era antiga, mas não se sabe por que começou”, disse uma testemunha ao Em Foco.

Cyro é filho de um líder religioso na cidade e é natural da cidade de Barras. Já Juscelino era natural da própria cidade, casado e deixou uma filha de 7 anos de idade.

Fonte: Campo Maior em Foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing