12/09/2018

Dois anos após ser inaugurado, PPO da Pedra do Sal está em estado de deterioração


Após dois anos de ser inaugurado pelo governador Wellington Dias (PT), em meio a muita pirotecnia e divulgação nos meio de comunicação, o Posto de Policiamento Ostensivo (PPO), situado às margens da orla marítima da Praia da Pedra do Sal, no litoral do Piauí, permanece em estado de completo abandono, assim como a própria orla. A propósito, os trabalhos da tão falada nova orla pra praia finamente foi iniciado, mas a passos lentos e questionáveis, com apenas seis operários tocando a “gigantesca obra”. 



Nossa equipe de reportagem esteve hoje no local e o que se viu foi a destruição gradativa do PPO, restringindo-se apenas a um pequeno box que nunca funcionou mesmo com a imensa onda de insegurança dos comerciantes, turistas e nativos. Há duas semanas foi registrado o furto de praticamente toda a fiação subterrânea do Parque da Usina Eólica, afetando também os estabelecimentos comerciais da praia como bares e restaurantes. Cena totalmente controversa a promessa feita pelo então secretário estadual de Segurança Pública e atual candidato à reeleição de deputado federal, Capitão Fábio Abreu (PR), que na época, assegurou para a comunidade local que “o PPO garantiria a segurança e bons resultados para a região”.

Capitão Fábio Abreu e Coronel Carlos Augusto durante inauguração do PPO em 2016. Posto de policiamento nunca funcionou 

Além de W. Dias e Fábio Abreu, também se fiz presente na inauguração do PPO e endossou a mesma promessa, o então comandante da geral da Polícia Militar no Piauí e atual candidato a deputado estadual, Coronel Carlos Augusto (PR), entre outro políticos. 

Por Luzia Paula / Fotos: Gleitowney Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing