07/08/2018

Incêndio florestal de grande proporção atinge serras e Corpo de Bombeiros faz alerta


Um grande incêndio florestal atingiu duas regiões montanhosas no Sudeste do Piauí. O incêndio percorreu cerca de seis quilômetros, concentrando-se na localidade Saco das Tábuas, zona rural de Sussuapara, na microrregião de Picos. As chamas também atingiram as serras em Torrões.


Até o momento, não há informações oficiais da causa de origem das chamas e o Corpo de Bombeiros alerta para o aumento dos riscos de queimadas e incêndios no segundo semestre do ano, devido as condições climáticas. 

O tenente Hamylton Lemos, subcomandante do Corpo de Bombeiros em Picos, conversou com o Cidadeverde.com e explicou que o fogo começou de maneira tímida há seis dias, mas ganhou proporções maiores nas últimas 24 horas. O local do incêndio era de difícil acesso. “Antes não estava tão notório”, afirmou. 

“Desde antes de ontem nós estávamos nesse combate direto tanto em Torrões como em Sussuapara, nas regiões da serra. Devido à dificuldade de acesso, o combate não foi tão rápido, mas foi eficiente. Agora pela manhã estamos retornando ao local para verificar algum rescaldo”, disse o tenente.

O Corpo de Bombeiros contou com o apoio da Prefeitura de Sussuapara para combater o fogo. A Prefeitura forneceu máquinas e carros-pipas.

“Essa ação ocorreu em conjunto porque era perigoso e tínhamos que preservar as residências do fogo. O combate ocorreu de maneira mais intensa (ontem) das 10 da manhã às 18 horas”, comentou Hamylton.


(foto: divulgação/Picos45.com)

Uma das hipóteses para o surgimento das chamas é a presença humana: pessoas que ateam fogo na mata. Pode ter ocorrido a perda do controle se ateado fora da proporção adequada. 

Moradores relataram ao Corpo de Bombeiros que observaram a presença de caçadores e que chegaram a ser intimidados por eles. “Ainda não há nada de concreto com relação a isso, mas iremos pedir apoio da Polícia Militar para verificar”, acrescentou o tenente.

A atuação do Corpo de Bombeiros para combater o incêndio ocorreu em paralelo às ocorrências na cidade; a equipes trabalhava de maneira alternada.

Devido o incêndio da mata, os bombeiros também precisaram ficar atentos à fuga de animais, principalmente os peçonhentos, para as residências, que saem da mata em busca de proteção. 

Prevenção
O tenente Hamylton pediu a colaboração da população na prevenção de incêndios e queimadas, principalmente, porque o segundo semestre do ano são os mais propícios a ocorrem devido às altas temperaturas no Piauí. Para ele, a prevenção é uma das principais maneiras de evitar grandes incêndios e queimadas, o que coloca em risco tanto o meio ambiente como a vida dos seres humanos. 

“Nós já realizamos diversas palestras de prevenção e agora contamos com o apoio dos moradores”, declarou o tenente.


(foto: divulgação/Picos45.com)

Focos de Incêndios
Em uma semana, 3.600 focos de incêndio foram registrados no Piauí , sendo 1.128 nas útlimas 24 horas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, no momento, os municípios mais atingidos são Floriano (548 focos), Uruçuí (311 focos), Sebastião Leal (205 focos), Colônia do Piauí (199 focos) e Nazaré do Piauí (175 focos).

A major Najra Nunes, Relações Públicas do Corpo de Bombeiros, diz que é preciso conscientização da população sobre os riscos e que toda queimada deve ser comunicada aos órgãos ambientais. 

"Em caso de necessidade, essas queimadas devem ser comunicadas aos órgãos ambientais da sua região para que seja feita uma vistoria, delimitada a área, uma orientação sobre o melhor horário, do material que será utilizado na queima, da prevenção que deve ser feita para não atingir outras áreas, residências ou pessoas. É preciso toda uma preparação e autorização antes", disse a major.

Carlienne Carpaso e Graciane Sousa
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing