26/06/2018

Em São Paulo, Sarah passa por cirurgia no cotovelo e está bem


Foto: Reprodução/Instagram

A judoca piauiense Sarah Menezes passou por uma cirurgia no cotovelo direito nesta terça-feira (26) e através das suas redes sociais divulgou que “tudo ocorreu bem”. A cirurgia aconteceu no Hospital de Beneficência Portuguesa de São Paulo na manhã de hoje.




A postagem foi feita por volta das 15h e cerca de uma hora depois foi apagada do Instagram e Facebook da atleta.

A cirurgia, que já era prevista, foi bem sucedida e a campeã olímpica (2012) deve levar cerca de um mês para se recuperar. Depois disso, a judoca poderá retomar seus treinamentos no Flamengo normalmente.

Sarah Menezes teve diagnosticada uma pequena fratura no cotovelo direito. O problema, no entanto, não a impediu de competir no Grand Prix de Judô da China, no fim de maio, e no campeonato estadual de judô do Rio de Janeiro, do qual ela foi campeã no último fim de semana.

Em transição da categoria meio-leve (até 52kg) para a categoria ligeiro (até 48kg), Sarah Menezes não obteve pontuação suficiente no ranking para disputar o Mundial de Judô, que acontecerá no mês de setembro, em Baku, no Azerbaijão.

Antes da cirurgia, o Flamengo emitiu nota sobre o procedimento. Veja na íntegra:

Nota oficial - Sarah Menezes

Por Comunicação - Flamengo - em 26/06/2018 às 13:19
A atleta Sarah Menezes se submeterá a uma cirurgia no cotovelo direito nesta terça-feira, 26 de junho, após exames de imagem apontarem lesão parcial da cápsula articular e do ligamento colateral ulnar, além de fratura cominutiva do processo coronóide no local. Será feita uma artroscopia para retirada de fragmentos ósseos livres intra-articulares. O procedimento será realizado pelo Dr. Breno Schor, cirurgião do Comitê Olímpico Brasileiro e da Confederação Brasileira de Judô, no Instituto Vita, em São Paulo. Examinada em abril pelo Dr. Claudio Cardone, médico do CUIDAR, a judoca rubro-negra apresentou quadro clínico de dor e derrame articular após duas entorses consecutivas, ocorridas em março, durante treinamento no clube e em competição com a Seleção Brasileira, em Tbilisi, na Geórgia. A atleta apresentava história clínica passada de entorse ocorrida na mesma articulação, durante a disputa dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto de 2016, tratada conservadoramente.

Após o procedimento, Sarah Menezes fará o trabalho de recuperação física e fisioterápica no Centro de Identificação e Desenvolvimento de Atleta de Rendimento do Clube de Regatas do Flamengo. Estima-se que o tempo de recuperação seja de um mês. O médico responsável pela cirurgia ainda será definido em comum acordo entre o clube e a Confederação Brasileira de Judô. 

As equipes de judô do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.

Fábio Lima e Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing