19/06/2018

Caixa eletrônico é arrombado na Câmara de Vereadores de Teresina, expediente é suspenso

Vigilantes da Câmara foram rendidos e amarrados durante o crime. Segundo a Polícia Militar, vários gabinetes foram arrombados e câmeras de segurança destruídas pelos criminosos.

Caixa eletrônico é arrombado dentro da Câmara de Vereadores de Teresina. (Foto: Reprodução/ TV Clube)

Um caixa eletrônico localizado dentro da Câmara dos Vereadores de Teresina foi arrombado durante a madrugada de terça-feira (19). Dois vigilantes foram rendidos e amarrados durante o crime. Segundo a Polícia Militar, vários gabinetes foram arrombados e invadidos, mas não foi confirmado se algo mais foi roubado. O expediente da Câmara dos Vereadores desta terça-feira (19) foi suspenso.




De acordo com o coronel Márcio Oliveira, comandante de policiamento da capital, os vigilantes da Câmara dos Vereadores informaram à Polícia que foram surpreendidos dentro do prédio por três homens armados com revólveres e usando capuzes por volta de 1h desta terça-feira.

Caixa eletrônico foi arrombado dentro da Câmara de Vereadores de Teresina. (Foto: Reprodução/ TV Clube)

Depois que os vigilantes foram amarrados, outros dois homens encapuzados entraram na Câmara carregando maçaricos e outros materiais usados no arrombamento. Os vigilantes ficaram presos em uma sala da Câmara enquanto os criminosos se dirigiram à área onde ficam os caixas eletrônicos.

De acordo com o coronel Márcio Oliveira, os criminosos arrombaram um caixa eletrônico do Banco do Brasil usando o maçarico. No local havia dois outros caixas da Caixa Econômica Federal. “Acreditamos que foi uma estratégia, por que se tivessem tocado nesses caixas, a Polícia Federal também estaria nos casos”, disse o coronel.

Dezenas de notas queimadas foram deixadas pelo chão da Câmara de Vereadores de Teresina. (Foto: Reprodução/ TV Clube)

Ainda segundo o coronel Márcio, além dos caixas eletrônicos, os criminosos arrombaram diversos gabinetes no intuito de encontrar o circuito de monitoramento interno da câmara. Os gabinetes foram preservados e aguardam a análise da perícia criminal e para saber se algo mais foi levado. Diversas câmeras de segurança foram destruídas ou cobertas pelos criminosos, mas outras foram deixadas intactas e podem ser usadas durante as investigações.

Por volta das 5h da manhã os criminosos deixaram o local levando o dinheiro dos caixas eletrônicos e o celular de um dos vigilantes. Cerca de uma hora depois, os vigilantes conseguiram se desvencilhar das amarras e acionaram a Polícia Militar. O Greco (Grupo de Repressão ao Crime Organizado) foi acionado para investigar o caso.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Anuncio google