03/05/2018

Bebê de um ano morre carbonizado durante incêndio em residência

Bebê morreu carbonizado durante incêndio em casa em Timon (Foto: Corpo de Bombeiros do Maranhão)

De acordo com a avó dos meninos, são três filhos. No momento do incêndio, Tiago Henrique, de um ano, estava na casa com o irmão do meio, de três anos, que gritou no momento do fogo. O bebê estava no sofá quando o fogo tomou de conta da sala e ele morreu carbonizado.




A mãe tinha saído para comprar um remédio e avisou para a avó que desse uma olhada nos filhos. Ela estava tomando banho e quando terminasse iria até os netos, que estavam dormindo ainda. O filho mais velho, de 7 anos estava na casa da avó tomando café.

"Eu já tinha pedido para o meu neto mais velho ir lá ver se os menores estavam acordados. Eles estavam dormindo. Eu só ia terminar de arrumar umas coisas em casa para ir, foi quando os vizinhos já chegaram gritando que a casa tinha pegado fogo", contou a avó Francisca Maria dos Santos, dona de casa. 

"Muito triste isso, só tenho minhas filhas e meus netos e acontece uma coisa dessas", lamenta a mulher.

As vizinhas ouviram a criança de 3 anos gritando e batendo na porta da sala. Tentaram arrombar a da frente, mas não conseguiram. Juntos, entraram pela porta dos fundos e conseguiram retirar Francisco das Chagas, de 3 anos. Tiago estava no sofá, onde o fogo deve ter começado e só foi visto pelos moradores depois, quando já tinha apagado o fogo.

Dona de casa Missilene Alves ajudou no resgate da criança. "Quando ouvi os gritos de fogo, fui correndo. Tentamos fazer tudo que podíamos, tiramos botijão, salvamos o menino de três anos, mas quando encontramos o menor, ele estava no sofá, já todo queimado", lamentou.

Matéria original

Um bebê morreu carbonizado nesta quinta-feira (03) em Timon (MA). De acordo com o sargento Giovani Fonseca, do Corpo de Bombeiros do Maranhão, a criança de pouco mais de um ano de idade estava no sofá da casa no momento do incêndio. O bebê foi identificado apenas como Tiago.

A casa está localizada na zona rural de Timon. “Nós recebemos essa ocorrência por volta das 8h30. Quando chegamos ao local, não tinha mais fogo porque a população conseguiu apagar. Infelizmente, a criança faleceu. É uma tragédia, foi uma fatalidade, muito triste uma situação como essa”, disse o sargento.

Populares informaram ao Corpo de Bombeiros que a mãe havia saído para comprar um medicamento. “Até nós sairmos do local, a mãe não tinha voltando”, acrescentou.

O sargento afirmou que só um cômodo da casa foi incendiado, que seria a sala da residência. 

Sobre as causas do incêndio, somente a perícia poderá afirmar o que ocorreu, mas os Bombeiros alertaram para uma possível falha elétrica em uma tomada. 

“Pelo que podemos constatar, inicialmente, foi de que ocorreu um problema na parte elétrica, pois um disjuntor estava estourado, uma tomada, aquelas ‘tipo T’, mas somente a vistoria poderá confirmar o principio do incêndio”, acrescentou o sargento.

O sargento alerta que crianças, principalmente bebês, não podem ficar sozinhos em casa. Que os pais e responsáveis precisam “sempre ficar de olho”. 

“A criança não pode ficar sozinha porque ela é muito curiosa. Uma criança, por exemplo, pode pegar um material metálico, colocar em uma tomada, sofrer uma descarga elétrica”. 

Carlienne Carpaso e Érica Paz 
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing