03/04/2018

Trecho da BR-343 ficarão interditados por 15 dias

(Crédito: Efrem Ribeiro)

Cinquenta homens iniciaram as obras de recuperação do trecho da rodovia BR-343, que liga a Avenida Joaquim Nelson e a rotatória do Balão da Avenida dos Expedicionários, no bairro Recanto das Palmeiras, na zona Leste de Teresina, rompido na noite da Sexta-feira Santa (30).


O superintendente do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes do Piauí), engenheiro civil José Ribamar Bastos, disse que a BR-343 ficará interditada por 15 dias. Segundo ele, a construtora foi contratada por dispensa de licitação por causa da emergência da obra, que vai custar R$ 300 mil.

José Ribamar Bastos disse que foi pessoalmente vistoriar os estragos. Na última sexta-feira, o trecho da BR foi arrastado pela força das águas do riacho Mandacaru, levando dois carros e uma motocicleta.

José Ribamar Bastos disse que a situação é atípica e se deve a chuvas que duraram mais de 10 horas somente em Teresina, acima de 150 milímetros.

Outro problema detectado no local foi a urbanização acelerada, causando falta de escoamento de água. Para as pessoas que passam pelo local, o DNIT orienta os motoristas a seguirem pelas Avenidas Joaquim Nelson e Expedicionários.

"Temos as opções das Avenidas Joaquim Nelson e da Expedicionários. No período da obra ficará totalmente interditado e vamos liberar quando estiver pronta a obra", falou José Ribamar Bastos.
Ele disse que a recuperação do trecho da rodovia BR-343 só estava sendo feita nesta segunda-feira porque as empresas estavam desmobilizadas, devido a Semana Santa.

"Fizemos contato sábado e domingo, comprando material, programando a obra para iniciar segunda pela manhã, para concluir num prazo de 15 dias", falou.

Chuvas deixam pontos da BR-343 em alerta no PI
Em decorrência das fortes chuvas que caíram em Teresina e cidades do interior do Piauí, desde a última sexta-feira, muitos trechos da BR-343 foram comprometidos, sendo fechados parcialmente ou totalmente. Foi o caso do trecho na altura do quilômetro (Km) 318, na cidade de Altos, onde houve a queda de barreira e de árvores, acarretando a interdição total da pista. Na capital, os pontos de interdição foram próximos às rotatórias da Usina Santana, do Gurupi e nas proximidades do Km 342, onde um bueiro cedeu e causou a interdição total da rodovia. De acordo com o Departamento de Estradas e Rodagem do Piauí (DER-PI), esse será um ponto onde não haverá tráfego por 15 dias.

O ponto de maior gravidade ficou na BR-343, no km 342,6 em Teresina, no trecho entre as rotatórias do Mercado do Peixe e Morro do Uruguai, nos bairros Recanto das Plameiras e Livramento. A pista foi rompida e levada pela correnteza das águas da chuva, onde um bueiro não suportou o volume das águas. No momento do rompimento, dois veículos que passavam pelo local foram levados, deixando quatro pessoas feridas. O incidente que ocorreu por volta das 22 horas de sexta-feira deixará o trecho intrafegável por mais 15 dias, período em que será restabelecido pelo órgão responsável.

O primeiro ponto crítico e de interdição da Polícia Rodoviária Federal (PRF-PI) foi na altura do Km 340, próximo ao balão que dá acesso à Usina Santana. “Devido à forte chuva nas primeiras horas de sexta-feira (30), por volta de 2 horas da manhã houve o transbordamento da água de um lado a outro da pista , o que ocasionou a interdição total da BR 343 nesse trecho. Havia evidências de infiltração na pista, nos deixando em alerta para um possível desmoronamento. Enviamos patrulha assim que tomamos conhecimento para fechar a rodovia e orientar os condutores pela manhã”, explicou Welendal Tenório Superintendente Regional da PRF-PI. Por volta das 11 horas da sexta-feira, a equipe do DER concluiu o trabalho de recuperação e fez a liberação para o tráfego.

Um segundo ponto de alagamento que voltou a causar problemas foi nas proximidades do condomínio Mirante dos Lagos. O ponto na altura do km 340,7 foi tomado pelas águas às 5 horas da manhã também de sexta, sendo interditado totalmente. No local, havia a possibilidade de agravamento da situação (rompimento da pista) com a continuidade da chuva.

Como forma de desvio para quem se deslocava no sentido Altos/Teresina, o atalho foi pela BR 343 Km 326 , ou seja, entrar pelo Rodoanel para acessar a BR 316. Assim foram os condutores que iam no sentido Teresina/litoral que tiveram a PI 113 como rota, rodovia que dá acesso à cidade de José de Freitas. Com isso, o acesso ao litoral do Piauí só foi possível por quem fosse pelas cidades de Cabeceiras/Campo Maior ou Barras/Batalha.

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing