24/04/2018

Presos suspeitos de matar idoso que achou que assalto era 'brincadeira'

Após 10 meses de investigação, Polícia Civil conseguiu prender os dois envolvidos no latrocínio de agricultor na cidade de São João da Canabrava, cometido em junho de 2017.

Sede da Delegacia Regional de Picos (Foto: Gil Oliveira/ G1)

Uma operação da Polícia Civil conseguiu prender o segundo suspeito de cometer um latrocínio (roubo seguido de morte) contra um agricultor de 73 anos da cidade de São João da Canabrava, a 314 km de Teresina. Um dos suspeitos foi encontrado na mesma cidade onde o crime foi cometido, enquanto outro foi preso em Fortaleza, capital do Ceará. Durante o assalto, o idoso pensou se tratar de uma brincadeira jogou água nos criminosos, que revidaram com tiros.


Na manhã de segunda-feira (23) foram cumpridos cinco mandados de busca nas cidades de Bocaina, Sussuapara e São João da Canabrava. Um homem identificado como João Silvino foi preso em flagrante. Com ele a Polícia apreendeu uma arma de fogo e um colete balístico.

Um mês antes, no dia 23 de março, foi preso Francisco de Assis da Silva, conhecido como Sidiga. Uma equipe da Polícia Civil de Picos se deslocou até a cidade de Fortaleza, no Ceará, onde o suspeito foi localizado e preso.

10 meses de investigação
As duas prisões foram cumpridas quase um ano depois do crime. Os dois homens são suspeitos de matar o agricultor Raimundo Marcelino de Carvalho no dia 20 de junho de 2017. De acordo com a investigação da Polícia Civil de Picos, os dois homens foram até a casa do agricultor no intuito de roubar uma motocicleta e uma arma de fogo.

Por volta das 10h da manhã os dois homens chegaram ao local em uma motocicleta e anunciaram o assalto. Ao ser surpreendido, a vítima jogou água nos criminosos por acreditar que a situação se tratava de uma brincadeira. Após serem molhados os suspeitos atiraram contra Marcelino, que foi atingido por dois disparos.

Depois do crime, a dupla invadiu a casa do agricultor e reviraram o local. Os dois assaltantes saíram do local levando a motocicleta e a arma da vítima.

O agricultor foi socorrido por vizinhos e levado para o Hospital Justino Luz, em Picos, e faleceu no dia 23 de junho de 2017.

De acordo com a Polícia Civil, os tiros foram disparados por Francisco de Assis da Silva, que foi preso em Fortaleza no final do mês de março. Em depoimento, o suspeito teria confessado o crime de latrocínio e ainda seu envolvimento em mais dois crimes de homicídio ocorridos na cidade de Picos e na região.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing