18/01/2023

Laudo aponta que morte de estudante em Parnaíba não ocorreu por descarga elétrica

O jovem de 23 anos morreu após cair de um palco em um show no último domingo (17).

Luís Filipe da Costa e Silva.Foto: Reprodução/WhatsApp

O laudo cadavérico do Instituto Médico Legal (IML), de Parnaíba apontou que o estudante Luis Felipe Costa, de 23 anos, não morreu em decorrência de uma descarga elétrica. De acordo com o laudo, a causa da morte foi asfixia por broncoaspiração, quando substâncias líquidas como saliva e vômito, entram pelas vias respiratórias.

Luís Felipe era popularmente conhecido como “sorvetim”, natural de Ibiapina, no Ceará, e fazia o curso de Fisioterapia na Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar). O jovem morreu após cair de um palco durante uma festa na Arena Beira-Rio, no litoral piauiense, no último domingo (15).

O estudante chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Movél de Urgencia (SAMU) e encaminhado para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (HEDA), mas não resistiu e morreu durante o trajeto.

A suspeita inicial era que o estudante havia morrido em decorrência de um choque elétrico, de acordo com a perícia a hipótese do estudante ter sido eletrocutado por algum fio desencapado não foi descartada. Mas o laudo apontou que esta não foi a causa do óbito e também descartou a possibilidade de lesão craniana.

Fonte: Portal Lupa 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing