13/12/2022

Trabalhadores em situação análoga à escravidão são resgatados de fazenda de soja no Piauí; um era adolescente

Fiscalização resgata trabalhadores em situação análoga à escravidão em fazenda de soja no Piauí; um era adolescente — Foto: Ministério do Trabalho

Os 16 trabalhavam arrancando raízes do solo, procedimento feito para preparar a terra para a plantação de soja, e dormiam em redes sob um barracão de palha, sem paredes, e faziam suas refeições de forma improvisada e sem higiene.

Uma fiscalização do Ministério do Trabalho resgatou 16 trabalhadores que eram mantidos em situação análoga à escravidão em uma fazenda de produção de soja, na zona rural de Santa Filomena, na última semana. Entre eles havia um adolescente de 17 anos.

Segundo o auditor fiscal Robson Waldeck, que participou da fiscalização, os 16 resgatados trabalhavam arrancando raízes do solo, procedimento feito para preparar a terra para a plantação de soja.

Os trabalhadores haviam sido trazidos de povoados da zona rural de Bom Jesus, há 287 km de Santa Filomena, onde viviam e trabalhavam há cerca de um mês. Durante esse tempo, dormiam em redes sob um barracão de palha, sem paredes, e faziam suas refeições de forma improvisada e sem higiene.

Todos eles foram contratados sem carteira assinada, exames médicos ou qualquer registro. Também não tinham acesso à primeiros socorros e não tinham equipamentos de proteção individual necessários.

O dono da fazenda, que não teve o nome divulgado, foi autuado e terá que pagar uma multa, além das verbas rescisórias de cada um dos trabalhadores. O registro da fiscalização será enviado ao Ministério Público, e ele pode ainda responder a um processo criminal.

No sábado (10), os trabalhadores resgatados receberam suas verbas rescisórias e guias de seguro-desemprego, e voltaram para seus locais de origem.

Fonte: Portal G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing