27/12/2022

Mulheres são presas tentando sacar mais de R$ 50 mil com documentos falsos, em Cocal

O primeiro caso aconteceu em Cocal e o segundo, horas depois, em Água Branca. Não há indícios, até o momento, de que eles tenham ligação.

Mulher foi presa próximo a agência onde tentou sacar dinheiro — Foto: Blog do Coveiro

Duas mulheres foram presas tentando sacar dinheiro com documentos falsos no Piauí. O primeiro caso aconteceu no início da tarde de segunda-feira (26) em Cocal, 270 km ao Norte de Teresina, e o segundo horas depois em Água Branca, 100 km ao Sul da capital.

De acordo com a Polícia Civil do Piauí, um funcionário do Banco do Brasil em Cocal ligou para informar que uma senhora havia feito um empréstimo de R$ 36 mil e estava tentando sacar o dinheiro com documento aparentemente falso, porque a assinatura não batia com o documento do INSS.

O funcionário chegou a perguntar o nome da avó da pessoa à qual o documento pertenceria, mas a mulher que apresentou a documentação não soube responder e afirmou que voltaria no dia seguinte. Ainda segundo a polícia, o funcionário descreveu a suspeita e ela foi encontrada próximo à agência.

Inicialmente, a mulher continuou alegando ser a pessoa do documento que havia apresentado, mas após insistência da polícia acabou informando sua verdadeira identidade, Ana Cristina Leite.

Ao pesquisar o nome na rede nacional de informações de segurança pública e Justiça, os policiais descobriram que a mulher possuía passagens pelo crime de uso de documento falso em João Pessoa em 2021 e no Rio de Janeiro em 2017.

Ela foi presa em flagrante e a prisão foi homologada pela Justiça nesta terça-feira (27). Na decisão, o juiz Marcelo Mesquita Silva ainda converteu a prisão da suspeita em preventiva, "para garantir e preservar a ordem pública e assegurar a aplicação da lei penal".

Horas depois, uma mulher não identificada foi presa em Água Branca tentando sacar R$ 17 mil com documento falso. A polícia não deu mais detalhes do caso. Não há, até o momento, qualquer indício que os crimes tenham ligação. Ambos serão investigados pela polícia.

Fonte: Portal G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing