17/12/2022

DHPP investiga envolvimento de facção em morte de frentista

Foto: Reprodução redes sociais

Um frentista de um posto de combustíveis, identificado como Tiago Gomes de Oliveira, foi assassinado quando retornava do trabalho no Parque Ideal, na zona Sudeste de Teresina, na madrugada desta sexta-feira (16). O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apura envolvimento de uma facção criminosa.

O delegado Bruno Ursulino, do DHPP, informou que a vítima encerrou o seu plantão em um posto de combustíveis e estava em uma motocicleta, sendo acompanhado por um amigo que estava em outra motocicleta, quando foi perseguido por homens em dois carros.

“O que a gente sabe é que a vítima estava na companhia de um amigo em uma moto e que foram perseguidos por dois veículos, cada um vinha dois passageiros. Um dos veículos abordou, a vítima parou e nesse momento começou os disparos. Os primeiros disparos foram com a vítima ainda na moto. Existem comentários que a vítima teria sido arrastada para a sarjeta da rua onde teria sido terminada a sua execução com disparos de arma de fogo”, informou o delegado.

O amigo da vítima não ficou ferido. A polícia apura se o crime tem envolvimento com disputa entre facções criminosas. Para o delegado, as características do crime são de uma execução.

“Estamos levantando as informações com a vítima para poder determinar se ele tinha algum vínculo com alguma facção criminosa, mas o que sabemos é com crime dessa natureza com essa quantidade de disparos, é uma execução clara, onde um grupo criminoso tenta se sobressair de outro. Vamos investigar para determinar a autoria”, destacou.

No local do crime foram encontradas 13 cápsulas de armas calibre 9 milímetros e .40, o que chamou atenção da polícia, pois no dia do duplo homicídio ocorrido no Dirceu no dia 13 de dezembro, em um dos casos foram encontradas cápsulas dos mesmos calibres. Perícia será realizada para apontar se nos dois casos foram realizados disparos das mesmas armas.

O delegado disse que Tiago tinha passagem pela polícia. "Em 2018 existe um processo cadastrado onde ele responde por crime de homicídio", esclareceu.

Bárbara Rodrigues e Tiago Melo
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing