08/10/2022

Réu é condenado a 24 anos de prisão por morte de homem durante velório de seu pai em Parnaíba


O Ministério Público do Estado do Piauí, representado pelo Promotor de Justiça João Malato Neto, teve a sua tese ministerial acatada na íntegra pelo Conselho de Sentença e conseguiu a condenação do réu Fábio Kelvin Siqueira da Silva, a uma pena de 24 anos e 06 meses de reclusão em regime fechado, em julgamento realizado na Comarca de Parnaíba. A sessão do Tribunal de Júri ocorreu nessa quinta-feira, 06 de outubro. O réu foi encaminhado para a Penitenciária local.

O condenado Fábio Kelvin foi julgado pela prática do crime de homicídio qualificado por motivo fútil (artigo 121, §2º, II, do Código Penal). No dia 17 de dezembro de 2020, o acusado participou do assassinato de João Batista Carvalho Filho, enquanto este estava do velório de seu pai. João foi surpreendido e atacado por Fábio Kelvin com um golpe de arma de branca (faca) na barriga.

Consta dos autos que o condenado, após uma discussão com a vítima ocorrida momentos antes, motivada pela cobrança de uma dívida de R$ 47,00, se dirigiu até sua residência, onde armou-se com uma faca. Na sequência, Fábio Kelvin deslocou-se até a casa de João e aproveitou um momento de desatenção da vítima e desferiu uma facada na barriga do mesmo. O golpe causou a morte da vítima. Posteriormente, o acusado fugiu do local do fato.

“Este crime à época dos fatos causou grande repercussão na sociedade de Parnaíba, onde a população clamava por justiça em virtude da violência e da covardia do crime cometido durante a realização de um velório”, destaca o promotor João Malato.

Fonte: MPPI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing