04/09/2022

Piauí tem 20 cidades com casos suspeitos de varíola dos macacos; veja lista

Foto: Estadão Conteúdo

A Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) está investigando casos suspeitos de varíola dos macacos em 20 municípios do estado. A lista das cidades está disponível no painel epidemiológico da Monkeypox, no site da Sesapi. Teresina lidera o ranking com 30 casos suspeitos. Destes, 5 já foram descartados e 2 confirmados.

Em seguida vem Parnaíba com 8 suspeitos, sendo 3 casos descartados e 1 confirmado. A cidade de Cajueiro da Praia segue com 4 casos suspeitos, de acordo com o painel epidemiológico.

Campo Maior e Novo Santo Antônio registraram 2 casos suspeitos cada. As demais cidades da lista (veja abaixo) estão com 1 caso em investigação cada. 

Agricolândia (1)
Boa Hora (1)
Buriti dos Lopes (1)
Cajueiro da Praia (4)
Campo Maior (2)
Cristino Castro (1)
Matias Olimpio (1)
Monsenhor Hipólito (1)
Novo Santo Antonio (2)
Parnaíba (8) - descartado 3 e confirmado 1
Patos do Piauí (1 provável)
Pedro II (1)
PIcos (1)
Piracuruca (1)
Piripiri (1)
Santa Luz (1)
São Pedro do Piauí (1)
São Raimundo Nonato (1)
Simões (1)
Teresina (30) - 1 provável, 5 descartados, 2 confirmados

Notificações no Piauí

Em todo o Piauí já foram notificados 89 casos da doença, destes 65 são considerados suspeitos, sendo 4 foram confirmados até o momento. Todos os pacientes são do sexo masculino e residem nas cidades de Teresina, Batalha e Parnaíba.

Os sinais e sintomas, em geral, incluem: Erupções cutânea ou lesões de pele
Adenomegalia - Linfonodos inchados (ínguas) 

-Febre
-Dores no corpo
-Dor de cabeça
-Calafrio
-Fraqueza

O intervalo de tempo entre o primeiro contato com o vírus até o início dos sinais e sintomas da monkeypox (período de incubação) é tipicamente de 3 a 16 dias, mas pode chegar a 21 dias.

Após a manifestação de sintomas como erupções na pele, o período em que as crostas desaparecem, a pessoa doente deixa de transmitir o vírus a outras pessoas. As erupções na pele geralmente começam dentro de um a três dias após o início da febre, mas às vezes, podem aparecer antes da febre. As lesões podem ser planas ou levemente elevadas, preenchidas com líquido claro ou amarelado, podendo formar crostas, que secam e caem.

O número de lesões em uma pessoa pode variar de algumas a milhares de lesões. As erupções tendem a se concentrar no rosto, na palma das mãos e planta dos pés, mas podem ocorrer em qualquer parte do corpo, inclusive na boca, olhos, órgãos genitais e no ânus.

Hérlon Moraes (Com informações do MS)
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing