07/09/2022

PI: pai nega abuso sexual contra o próprio filho; vídeo viralizou

O vídeo o mostra supostamente apalpando a criança em cima de uma motocicleta no bairro Dirceu, na zona Sudeste de Teresina.

Pai nega abuso sexual contra o próprio filho em Teresina; vídeo viralizou (Foto: Rede Meio Norte)

O zelador Luciano Lima está sendo acusado de abuso sexual, contra o próprio filho, após um vídeo em que o mostra supostamente apalpando a criança em cima de uma motocicleta no bairro Dirceu, na zona Sudeste de Teresina, viralizar nas redes sociais nesta semana. Com exclusividade, a Rede Meio Norte conversou com o pai, que se defendeu das acusações.

Luciano Lima procurou a polícia e registrou Boletim de Ocorrência no 8° Distrito Policial, após o caso gerar uma grande repercussão, onde chegou a ser ameaçado de morte. Ele nega que tenha apalpado o filho e destacou que estava fazendo carinho na barriga e na lateral da perna da criança, enquanto aguardava sua esposa. Segundo o zelador, o vídeo é de meses atrás, mas circulou como se fosse datado da última segunda e que seu filho estava sendo apontado como uma menina.

“A princípio quem acusou, eu desconheço. Porque quando o vídeo viralizou na internet foram várias plataformas e várias pessoas postando. Não sei de quem partiu inicialmente. Apenas fiquei sabendo através de pessoas que me conhecem e me mostraram o vídeo para mim; ‘olha, está rodando aqui na internet como se você fosse um pedófilo, que estava acariciando a criança, uma menina’. É o meu filho que está no vídeo, meu filho de 4 anos Enzo Gabriel. Eu fui buscar as duas meninas mais velhas no colégio que estudam na parte da tarde e ele pediu ‘papai deixa eu ir com o senhor’ e eu peguei e coloquei ele na moto. [...] eu parei estava esperando a mãe deles que estava do outro lado e eu fazendo um carinho na lateral dele, na barriguinha e na perninha dele. E aí filmaram o vídeo há dois, três meses e agora postaram como se fosse segunda-feira pela manhã e eu acariciando uma menina”, relatou Luciano Lima.

O 8° Distrito Policial o aconselhou a procurar a Delegacia de Repressão e Combate aos Crimes de Informática (DRCI), para poder investigar o caso. O zelador procurou a reportagem acompanhado dos filhos e da esposa, que preferindo não revelar sua identidade diante da exposição e repercussão da situação, defendeu o companheiro afirmando que ele sempre teve um bom comportamento com os filhos. Ela também quer providências.

“Tão tal que os meninos é com ele direto. Sim, eu estava próxima. Tão tal que estão dizendo que minha criança é uma menina que está me gritando na moto”, pontua.

Assista à reportagem na íntegra!

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing