30/08/2022

PI: corpos de adolescentes e criança que morreram afogados no Rio Parnaíba, são liberados do IML

As famílias realizaram a retirada dos corpos no IML de Teresina e seguiram para Nazária nesta segunda-feira (29). O laudo apontou que a causa das mortes foi afogamento típico, quando ocorre a inalação de líquidos.

IML recolhe o corpo de uma das vítimas na manhã desta segunda-feira (29) - no Rio Parnaíba em Nazária, no Piauí — Foto: Ângela Bispo/TV Clube

Os corpos de José da Cruz Alves, de 16 anos, Vitória Emanuelle, de 13, e Marcos Vinicius Sales Santos, de 8 anos, que morreram afogados no rio Parnaíba, na cidade de Nazária, a 30 km de Teresina, nesse domingo (28), foram liberados do Instituto de Medicina Legal (IML).

As famílias dos dois adolescentes e da criança realizaram a retirada dos corpos no IML de Teresina e seguiram para Nazária nesta segunda-feira (29). Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento das três vitimas.

Segundo o diretor do IML, Joaquim Marques, o laudo apontou que a causa das mortes foi afogamento típico, quando ocorre a inalação de líquidos.

No total, três crianças e dois adolescentes desapareceram no rio. Duas delas, Eduarda Kemylly da Conceição Silva, de 9 anos, e Ana Ketlelly da Conceição Silva, de 11 anos, continuam desaparecidas. As buscas realizadas pelo Corpo de Bombeiros seguem até as 18h, devido à falta de luminosidade e visibilidade.

Entenda o caso
Corpo de menino foi encontrado na margem do Rio Parnaíba, em Nazária, no Piauí — Foto: Ângela Bispo/TV Clube

As vítimas estavam com familiares em um momento de lazer na coroa do rio Parnaíba, na tarde de domingo (28), quando Marcos Vinicius Sales Santos, de 8 anos, se afogou. Outros cinco pularam no rio para tentar salvá-lo, mas quatro deles desapareceram na água.

Marcos Vinicius foi encontrado por volta das 8h desta segunda por pescadores. Ao longo da manhã, o Corpo de Bombeiros encontrou vitória Emanuelle e José da Cruz Alves.

Área imprópria para banho
Crianças e adolescentes desapareceram no rio Parnaíba, em Nazária, no Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube

A área onde as crianças e adolescentes desapareceram não é indicada para banho, afirmou o Corpo de Bombeiros Militar do Piauí (CBM-PI). O grupo estavam em um banco de areia, mais conhecido como “coroa”.

De acordo com o tenente do CBM-PI Francisco Valter, que coordena as buscas, a correnteza do rio na área é forte e há muitos buracos. "É uma área imprópria, principalmente para crianças. Encontramos buracos de até 6 metros de profundidade, principalmente no entorno da coroa onde eles estavam", disse.

Fonte: Portal G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing