04/07/2022

Professora é presa acusada de perseguir ex-namorada, no Piauí

A defesa da acusada solicitou um pedido de habeas corpus, que foi negado ainda nesse domingo (03). 

Imagem ilustrativa 

A psicopedagoga e professora Danila Andrade e Silva, de 30 anos, teve o habeas corpus negado nesse domingo (03) e continua presa após descumprir medida protetiva contra ex-namorada em Teresina. Danila foi presa preventivamente na última sexta-feira (01), data em que completou 30 anos de idade.

De acordo com decisão de Joaquim Dias Santana Filho, desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), a sentença de prisão foi fundamentada para garantir a integridade física e mental da vítima, e que não existe a necessidade de liberação da acusada. A defesa alega que a professora não tem histórico de violência e que medidas cautelares, como a prisão domiciliar, podem ser aplicadas. O desembargador negou o recurso e Danila continua presa.

A acusada trabalhava no colégio CPI e também é professora na Universidade Estadual do Maranhão, no município de Barra da Corda.

Fonte: Portal Lupa1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing