25/07/2022

Equatorial Piauí registra quase 800 ocorrências de queimadas próximas à rede elétrica em 2022

Em Parnaíba foram registrados 32 casos no primeiro semestre deste ano


O segundo semestre no Piauí apresenta alguns fatores característicos, como seca do solo e da vegetação, baixas umidades e altas temperaturas, que, juntos, acabam contribuindo para o aumento do número de focos de queimadas. Mas, você sabe quais as consequências que a prática das queimadas traz para o fornecimento de energia? Se realizada sem as medidas de segurança necessárias, as queimadas pode ocasionar interrupções nos serviços, já que, quando realizadas próximo à rede elétrica, geram danos às estruturas e cabos condutores.

Em 2021, o Centro de Operações Integradas da Equatorial Piauí registrou 1.106 ocorrências envolvendo queimadas em todo o estado. Somente a capital Teresina, responde por 55% dos casos, com 616 ocorrências registradas. No ranking dos municípios, a cidade de Picos ocupou o segundo lugar no quantitativo de ocorrências (36), seguida de Parnaíba (33).

A média mensal em 2021 foi de 92 ocorrências. Em contrapartida, somente nos primeiros seis meses de 2022, a Distribuidora já registrou 761 casos envolvendo queimadas que prejudicaram o fornecimento de energia, o que revela um crescimento de 38% na média mensal de casos de interrupção de fornecimento em função das queimadas no mesmo período do ano passado. Neste ano, as cidades com maior ocorrência de queimadas são: Teresina (350), Picos (34), Parnaíba (32) e Nazária (24).

O Executivo de Estudos Operacionais da Equatorial, Abraão Galeno, fala dos prejuízos que a prática pode ocasionar para a população. “No Piauí, o período do B–R–O BRÓ apresenta uma tendência de aumento no número de casos envolvendo queimadas. Quando praticada próximo à rede elétrica, o calor oriundo da queimada pode danificar cabos e postes, prejudicando o fornecimento de energia para os clientes do local. Quando a rede elétrica é atingida por uma queimada, são necessários reparos e manutenções mais complexas, o que, por consequência, demanda um tempo maior para a recomposição do sistema elétrico. Outro ponto que deve ser ressaltado é que, além dos prejuízos com a interrupção dos serviços, a realização de queimadas pode configurar um crime”, frisou Abraão Galeno.

Em casos de incêndios próximos à rede elétrica, a Equatorial Piauí deve ser acionada para tomar as medidas necessárias, por meio da Central de Atendimento no número 0800 086 0800. Já nas situações em que o fogo estiver atingido uma rede elétrica energizada, a empresa orienta que a população entre em contato com a Distribuidora e que as pessoas não se aproximem do local, bem como acionem, de forma imediata, o Corpo de Bombeiros, através do número 193.

Confira como evitar queimadas e riscos com a rede elétrica:
- Evite acender fogueiras, principalmente próximo a rede elétrica;

- Não jogue pontas de cigarro acesas às margens de rodovias ou próximo a qualquer tipo de vegetação;

- Apague com água as cinzas de fogueiras para evitar que o vento leve as brasas para as matas e não coloque fogo em terrenos baldios ou lixões;

- Não acenda velas e fogueiras próximos à vegetação mais seca;

- Não faça queimadas para limpar pastagens ou plantio agrícola

- Realizar os aceiros para a segurança da área – quando em período de estiagem ou com a queimada programada. Evita-se assim queimadas descontroladas ou incêndios.

AsCom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing