17/05/2022

Servidora pública é presa por cobrar R$ 2 mil para agilizar sentença, no Piauí

A prisão aconteceu em flagrante, logo após a funcionária receber a quantia exigida. 

Dinheiro apreendido durante a prisão.Divulgação/Policia Civil do Piauí

A Polícia Civil do Piauí prendeu em flagrante na manhã desta segunda-feira (16) uma servidora da 5ª Vara da Família, que não teve o nome divulgado em Teresina. A funcionária teria solicitado a quantia de R$ 2.000 mil reais para que um processo fosse agilizado.

De acordo com informações do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) a prisão foi realizada no estabelecimento de frente ao Fórum, logo após a mulher receber a quantia solicitada. O ato de corrupção tinha como intuito agilizar o trâmite processual de uma ação de separação cumulada com pensão alimentícia, ajuizada em 2013.

A mulher responderá por crime de corrupção e será encaminhada para audiência de custódia nesta terça-feira (17). Em nota o Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) informou que não compactua com qualquer conduta ilegal e que todas as providências legais serão tomadas.
Confira a nota na íntegra:

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJPI) e a Corregedoria Geral da Justiça informam que não compactuam com quaisquer condutas ilegais e que, em caso de acusação contra servidor, são adotadas todas as providências legais, como a abertura de Processo Administrativo Disciplinar caso haja indícios suficientes, obedecendo a todos os preceitos legais.

Fonte: Portal Lupa1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing