16/05/2022

PI: mulheres são presas em flagrante ao transportando cerca de 120 kg em drogas

As prisões aconteceram na Ladeira do Uruguai e na Rodoviária de Teresina. Foram apreendidos tabletes de maconha, skunk, haxixe, crack e cocaína, que abasteceriam o mercado de entorpecentes na capital e em cidades do Maranhão.

Três mulheres são presas em flagrante transportando cerca de 120 kg de droga, em Teresina — Foto: Polícia Civil

Três mulheres foram presas suspeitas de tráfico de entorpecentes ao chegarem a Teresina, no domingo (15). As prisões aconteceram em duas situações diferentes e, somando as drogas encontradas com as suspeitas, foram apreendidos cerca de 120kg de maconha, skunk, haxixe, crack e cocaína.

Segundo o delegado Everton Férrer, coordenador da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (Depre), as mulheres foram presas em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. As três já haviam respondido processos por tráfico.

A primeira prisão aconteceu na Ladeira do Uruguai, pela manhã de domingo (15). A suspeita é uma mulher de 52 anos que levava uma criança. Com ela, os policiais encontraram a maior parte da droga, aproximadamente 100 kg, entre haxixe, cocaína, maconha e skunk.

“Ela levava essa criança, que é um filho de criação. Ela até recebeu a ajuda de outros passageiros, sensibilizados por ser uma senhora com uma criança, a ajudaram a descarregar toda a mercadoria. Sem saber que estavam descarregando um material ilícito”, comentou o delegado.

A mulher viajava de São Paulo para Teresina, mas é natural do Piauí. A criança foi entregue a familiares, que moram na capital.

Três mulheres são presas em flagrante transportando cerca de 120 kg de droga, em Teresina — Foto: Polícia Civil

A segunda apreensão aconteceu na rodoviária de Teresina, na Zona Sul da capital. Duas mulheres transportavam cerca de 20 kg de cocaína, maconha e crack. As duas foram presas por tráfico de drogas e por associação para o tráfico.

Ainda segundo o delegado Everton, o carregamento abasteceria o mercado de drogas de Teresina e de cidades do Maranhão. “Vamos continuar investigando para descobrir não só a origem como o destino final desses entorpecente”, disse.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing