30/05/2022

PI: jovem empresário é morto na ponte do Mocambinho ao sair de festa; esposa grávida estava no carro

Além do rapaz e da esposa, estavam no carro o segurança do estabelecimento do qual o rapaz era proprietário e a esposa do segurança. Os dois ficaram feridos.

O jovem empresário Weslleny Nunes Menezes dos Santos, 24 anos, foi morto com um tiro nas costas subida da ponte do Mocambinho, na Zona Norte da capital. — Foto: Reprodução

O jovem empresário Weslleny Nunes Menezes dos Santos, 24 anos, foi morto com um tiro nas costas na madrugada desta segunda-feira (30) na subida da ponte do Mocambinho, na Zona Norte da capital. Ele estava com a esposa grávida no carro, que não ficou ferida. Outras duas pessoas foram baleadas e não há detalhes sobre o estado de saúde dos dois.

Segundo a Polícia Militar, equipes do 5º Batalhão e do 9º Batalhão foram ao local, já que a ponte liga bairros das zonas Norte e Leste da capital. As equipes foram acionadas após informações de troca de tiros sobre a ponte. O carro da vítima ficou com mais de 10 marcas de disparos.

O carro da vítima ficou com mais de 10 marcas de tiros. — Foto: Andrê Nascimento/g1

Segundo o delegado Francisco Costa, o Barêtta, coordenador do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), o rapaz tinha saído da festa que tinha organizado em seu estabelecimento - depósito de bebidas no bairro Memorare, na Zona Norte.

"Ele tinha deixado a mãe no Mocambinho e ia deixar o segurança do depósito e a esposa do segurança na Pedra Mole. No início da ponte, uma picape branca com cinco pessoas dentro emparelhou e atirou no carro dele. Ele provavelmente já vinha sendo observado", disse o delegado.

Jovem empresário é morto na ponte do Mocambinho ao sair de festa; esposa grávida estava no carro — Foto: Reprodução

O rapaz chegou a saltar no rio Poti para tentar fugir dos tiros, mas foi atingido nas costas e não resistiu. Ele foi resgatado em seguida já sem vida.

A esposa de Weslleny não ficou ferida. O segurança e a esposa foram atingidos no tórax e na mão, respetivamente, e foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não há até o momento informações sobre seu estado de saúde.

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.

Fonte: Portal G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing