26/05/2022

Acusados de matar e queimar corpo de corretor no Piauí são condenados pelo tribunal do júri

Raimundo Alexandre, Francisco Lucas e Jefferson

A sessão do tribunal do júri no fórum Juiz Alberto Veras em José de Freitas que julgou e condenou três acusados de matar e queimar o corpo do corretor de veículos Leonardo Lima, na época com 24 anos de idade, morador do Bairro Pedra Mole em Teresina, crime ocorrido em janeiro 2019, teve inicio na manhã de terça-feira (24/05) e finalizou por volta da 0h00 desta quarta-feira (25/05). Do Revista Opinião com informações de Arimathea Ferreira.

O réu Raimundo Alexandre da Silva Neto, vulgo (Neto) residente no Residencial Boa Esperança, José de Freitas, foi condenado a 13 anos de reclusão. O mesmo se encontra invalido após sofrer uma tentativa de homicídio no bairro São Pedro, inclusive foi dispensando do julgamento, seus advogados irão recorrer para ele cumprir a pena em domicílio devido seu estado de saúde.

Os outros envolvidos no crime identificado como Francisco Lucas Chaves Ribeiro, Vulgo (Lucas Branquinho) sofreu a maior condenação, 21 anos e 7 meses de prisão pelos crimes de homicídio e destruição de cadáver. O terceiro réu de nome Jeferson dos Santos Luz, (vulgo Jefinho) também foi condenado e pegou 18 anos de reclusão. Os dois foram levados de volta para o presídio do Estado, onde se encontram presos.

O tribunal do Júri foi presidido pelo Juiz Dr. Luís Henrique Rego. Sete pessoas representando o clamor da sociedade, formaram o conselho de sentença. O promotor de Justiça Dr. Flávio Teixeira, representou o Ministério Público e desempenhou seu papel de promover Justiça e sustentou a denúncia contra os três. Os advogados Dr. Jaime Braz e Leonardo Queiroz fizeram a defesa dos réus.

RELEMBRE O CRIME DO CORRETOR
De acordo com as investigações, a vítima teria sido morta com vários tiros dentro da residência de um dos acusados presos localizado no Bairro Nossa Do Carmo, zona urbana de José de Freitas, em seguida os criminosos levaram o corretor já sem vida para a localidade Riacho do Cipó, onde teriam ateado fogo no veículo Siena de cor branco, de placa NHW-5998-Demerval Lobão-PI, com o corpo da vitima dentro. O carro foi encontrado por populares que acionaram a polícia, dando inicio as investigações.

Os investigadores descobriram que o crime teve ligação com divida de tráfico de drogas, e foi praticado após a vítima comparecer a cidade de José de Freitas para cobrar dinheiro oriundo da venda de entorpecentes a Raimundo Alexandre, vulgo Neto, que teria se revoltado e juntamente com os comparsas teria matado e queimado o corpo do corretor.

Em agosto 2019, Raimundo Alexandre da Silva Neto, vulgo Neto, foi preso na própria casa, no residencial Boa Esperança, Bairro Suco de Uva em José de Freitas, Francisco Lucas Chaves Ribeiro, Vulgo Lucas Branquinho, Jeferson dos Santos Luz, vulgo Jefinho, já se encontram presos no sistema prisional estadual em razão da prática de crime de roubo.

Fonte: Portal 180

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing