13/01/2022

PM é acionada para conter tumulto em setor de hospital destinado a pacientes com síndromes gripais, no Piauí

Em nota, o hospital informou que "vem seguindo todos os protocolos de saúde contra a disseminação dos vírus" e que "toma todas as medidas no intuito de manter a integridade dos pacientes em atendimento".

PM é acionada para conter tumulto em hospital privado de Teresina — Foto: Arquivo Pessoal /Luan Santana

A Polícia Militar do Piauí (PM-PI) foi acionada para conter um tumulto registrado na tarde desta quarta-feira (12), no setor de pronto-atendimento de um hospital privado de Teresina responsável por atender pessoas com sintomas de síndromes gripais. Durante a confusão, havia uma fila com mais de 60 pessoas à espera de atendimento médico.

Em nota, o hospital informou que "vem seguindo todos os protocolos de saúde contra a disseminação dos vírus" e que "toma todas as medidas no intuito de manter a integridade dos pacientes em atendimento". Sobre a demora no atendimento médico, unidade de saúde afirmou que isso se dá pelo fato da "demanda por atendimentos nas duas últimas semanas quadruplicou". Confira a nota na íntegra ao fim da reportagem.

O jornalista Luan Matheus Santana, que estava no local, informou que os pacientes reclamaram pelo fato do espaço estar com as janelas fechadas e com o ar-condicionado ligado, o que poderia acelerar a transmissão de vírus como o coronavírus e a influenza.

Os funcionários do hospital negaram o pedido dos pacientes e não abriram as janelas, momento em que iniciou-se uma confusão. A situação foi apaziguada somente após a chegada dos policiais militares.

Nota do hospital:
O Grupo Med Imagem esclarece que o Centro de Atendimento Covid possui atendimento exclusivo para pacientes adultos com síndromes gripais e respiratórias e vem seguindo todos os protocolos de saúde contra a disseminação dos vírus. A respeito da reclamação de uma paciente, ocorrida na tarde desta quarta-feira (12), o hospital reitera que toma todas as medidas no intuito de manter a integridade dos pacientes em atendimento.

Também ressalta que, em função do grande aumento no número de pessoas com sintomas gripais em Teresina, a demanda por atendimentos nas duas últimas semanas quadruplicou.

Por isso, o hospital, além de ter disponibilizado estrutura ampla e específica para o atendimento desses casos, ampliou a quantidade de médicos em atendimento, além dos profissionais de enfermagem e triagem.

Fonte: Portal G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing