.

24/12/2021

PI: corregedoria deverá investigar PM suspeito de atirar em show do Tarcísio

O inquérito policial do caso foi aberto pelo 5° Distrito Policial de Teresina, que investiga o caso.

Corregedoria deverá investigar PM suspeito de efetuar tiros durante show (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

O homem suspeito de realizar disparos de arma de fogo durante o show do cantor Tarcísio do Acordeon, na madrugada do último dia 19, foi identificado como João Batista dos Santos, de 35 anos, policial Militar lotado no 16° Batalhão da cidade de José de Freitas. O soldado é investigado por efetuar três disparos para cima durante a apresentação do artista, flagrados em vídeo por outras pessoas que estavam no evento. O inquérito policial do caso foi aberto pelo 5° Distrito Policial de Teresina.

Até o momento, algumas pessoas que tiveram participação no evento foram ouvidas, assim como João Batista dos Santos, que negou a autoria do fato. Com a conclusão das investigações, o caso será repassado para a Corregedoria da Polícia Militar do Piauí, que deverá abrir um procedimento disciplinar e investigar a conduta do PM.

“Quando o inquérito for concluído e nos for repassando, apontando os indícios de autoria e materialidade a respeito do fato, com certeza deve ser aberto um procedimento administrativo disciplinar. A gente só vai se posicionar oficialmente quando tiver uma conclusão oficial”, destacou o Major Tiago Ribeiro, Subdiretor de Comunicação PMPI, em entrevista ao Meionorte.com.

As imagens da situação viralizaram nas redes sociais, que mostram o momento em que uma pessoa gravava o show e flagrou os tiros. Um outro registro, este de cima do palco, mostra Tarcísio cantando ‘Proteção de Tela’, quando se ouve os disparos. O artista, devido o som, não escuta e segue normalmente com a apresentação.

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing