19/12/2021

Justiça prorroga prisão do suspeito de matar a tiros prefeito no Piauí

Suspeito na saída do DHPP, em Teresina/Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Após solicitação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a Justiça do Piauí concedeu a prorrogação da prisão do suspeito de matar o prefeito de Madeiro, Zé Filho, no fim do mês de novembro. Felipe Anderson Seixas de Araújo, afilhado e ex-aliado político do gestor, foi preso no último dia 03 em cumprimento a mandado de prisão temporária que venceria no início de 2022.

O delegado que investiga o caso, Bruno Ursulino, disse ao Cidadeverde.com que a prorrogação foi concedida a nesta sexta-feira (17).

Delegado Bruno Ursulino preside o inquérito policial/Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

"Fizemos o pedido de prorrogação da prisão e no fim da tarde de ontem o juiz concedeu. O novo prazo vale, pelo menos, por mais 30 dias, para que possamos concluir o inquérito com mais tranquilidade, ver as próximas diligências que estão por vir e, assim, possamos encaminhar o caso para Justiça", disse Bruno Ursulino, presidente do inquérito policial.

A investigação do DHPP segue avançando e são aguardados resultados de algumas perícias, incluindo a análise do celular do prefeito. Mais de 20 pessoas já foram ouvidas. O suspeito confessou a autoria do crime, mas a motivação ainda será esclarecida.

Foto: arquivo pessoal

Morte do prefeito causou grande comoção

Zé Filho foi assassinado a tiros logo após uma partida de futebol na cidade, crime que comoveu os moradores. Com a morte, o vice-prefeito de Madeiro, Pedro Filho (Progressisstas), assumiu a prefeitura do município.

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing