.

15/12/2021

Homem é preso acusado de estuprar a própria filha de seis anos no Piauí

De acordo com informações da tia da criança, o homem é separado da companheira e possui a guarda compartilhada das filhas de quatro e seis anos.

Imagem ilustrativa

Um homem foi preso acusado de estuprar a própria filha de seis anos em Teresina. O relato foi feito pela tia da vítima ao repórter Kilson Dione, da Rede Meio Norte.

De acordo com informações da tia da criança, o homem é separado da companheira e possui a guarda compartilhada das filhas de quatro e seis anos. No último domingo, o suspeito levou as duas meninas para a sua residência como sempre fazia. Lá, aconteceu o estupro da criança de seis anos.

“Ele colocou as duas para dormir, aí quando viu que a mais nova tinha dormido, começou a mexer na de seis anos. Toda vez ele trazia as crianças no mesmo horário e chegou o horário e ele não apareceu. Depois, o meu cunhado apareceu com a mais nova. Ali, minha irmã já sentiu que tinha acontecido alguma coisa com a mais velha. Ela sabia porque ele é um ser humano muito problemático, violento, ganhou o direito de levar a criança não por vontade da minha irmã, mas por ordem judicial”, relatou a tia da menina.

Segundo a família, após cometer o estupro, o homem levou a filha para o Hospital do Buenos Aires e lá, ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes. “Minha irmã foi comunicada, foi até lá e levaram a menina para a Maternidade Evangelina Rosa onde foi comprovado o estupro. Ela estava com as roupas rasgadas e sofreu uma hemorragia”, completou.

“A criança relatou detalhe por detalhe do que aconteceu, ela falou coisas que a gente nem imaginava que estava acontecendo, ela disse que os abusos já aconteciam há um tempo, só que como ele nunca deixou marcas e ela também nunca se queixou de nada a gente nem desconfiava. A psicologa disse que ela estava sofrendo muita pressão psicológica, muitas ameaças e por isso ela nunca falou nada. No meio da entrevista ela chorava muito, quando a minha sobrinha chegou em casa do hospital não quis ter contato com nenhuma pessoa do sexo masculino da nossa família , a médica que atendeu ela disse que ela sofreu muito."

A gente está preocupada com o psicológico dela, vai marcar ela pra vida inteira. Informaram para a minha irmã que ele tinha sido preso, só que já houve rumores de que ele estava solto. Nossa preocupação principal é saber se ele está preso ou não porque nós temos problema com esse homem não é de agora, ele é uma pessoa agressiva, já tentou matar minha irmã”, finalizou.

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing