.

19/08/2021

Queimadas no Piauí são as maiores em toda a história do Estado, aponta Inpe

De acordo com o Inpe, o maior número de queimadas no Piauí anterior tinha sido 2.603, em 2018, e 2.311, em 2015.

Queimadas no Piauí são as maiores em toda a história do Estado, aponta Inpe (Foto: Efrém Ribeiro/ Portal Meio Norte)

O Piauí registrou 2.960 queimadas de janeiro a agosto, o maior número já registrado na história do Estado. O Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) informou que as queimadas no Piauí aumentaram 129% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registradas 1.288 queimadas.

De acordo com o Inpe, o maior número de queimadas no Piauí anterior tinha sido 2.603, em 2018, e 2.311, em 2015. O recorde histórico de queimadas no Piauí está ocorrendo dentro de um contexto, quando neste anos os principais biomas onde fica o estado são os mais atingidos pelos incêndios no Brasil.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais divulgou que neste ano o Nordeste foi a região com maior crescimento de queimadas no Brasil, que registrou este ano 61.961 queimadas ao todo, 9% menos do que as do mesmo período do ano passado.

Por regiões
Neste ano, o Nordeste registrou 13.014 queimadas, 66% a mais do que no mesmo período do ano passado quando foram registrados 7.820 focos de incêndio.

Neste ano, a região Centro-Oeste, onde fica o Pantanal, registrou 13.836 queimadas, com um redução de 35% em relação ao mesmo período do ano passado.

Na região Norte, onde fica a Amazônia, foram 24.279 focos de incêndio, 15% menores do que os registrados no mesmo perído do ano passado.

A região Sudeste registrou 6.039 queimadas este ano, com um crescimento de 33% em relação ao mesmo período do ano passado. A região Sul teve uma redução de 20% em suas queimadas neste ano, que ficaram em 4.794.

Foto: Reprodução/ Inpe

A Caatinga registrou 3.018 queimadas neste ano, 169% a mais do que as registradas no mesmo período do ano passado, quando ocorreram 1.122 focos de incêndio.

Os Cerrados registraram 22.887 queimadas, mais do que a Amazônia, neste ano, com um aumento de 21% em relação ao mesmo período do ano passado, que ficaram em 18.875 focos de incêndio.

A Amazônia registrou 25.601 queimadas, com uma redução de 18% em relação ao mesmo período do ano passado.

O Pantanal registrou 1.143 focos de incêndio neste ano, com uma redução de 84% em relação ao mesmo período do ano passado.

A Mata Atlântica registrou 8.419 queimadas neste ano , com uma redução de 5% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram 8.005 focos de incêndio.

Fonte: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing