14/06/2021

Empresário morto no Piauí liderava rede criminosa e teria lista de mortes

Os detalhes estão sendo juntados num vasto inquérito policial.


Um dos suspeitos de participar do homicídio que resultou na morte de Hélio Andrade, ocorrido no dia (04/06), entregou-se a Polícia Civil de Porto, Norte do Piauí. O homem foi identificado pelo nome de Gabriel David da Silva. As informações são do Longah.

Em depoimento a Polícia Civil, o suspeito revelou uma suposta rede criminosa e uma "lista de mortes” comandada por Hélio Andrade. Gabriel teria dito, inicialmente, citando nomes de outros integrantes, que os autores agiram para se defender de uma rede de mortes liderada por seu desafeto.

Sobre o caso
Hélio Andrade da Silva, de 40 anos, foi executado com disparos de arma de fogo, numa residência. O corpo encontrado em cima de uma cama.

Hélio era filiado ao Partido Progressista (PP) e proprietário de uma churrascaria num bairro portuense. Ele também respondia a processo judicial sob acusação de ter assassinado um jovem em Campo Maior.


Fonte: Francisco Barbosa
Via: Portal Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing