25/03/2021

No Piauí, a cada duas motocicletas abordadas pela PRF, uma é autuada por seus ocupantes não estarem utilizando capacete de segurança


Esse dado faz parte do levantamento dos índices de fiscalização da instituição em 2020. Quase 19 Mil condutores foram flagrados transitando ou transportando passageiros sem o uso do equipamento na rodovias federais piauienses. Dados da Organização Pan-Americana da Saúde - OPAS(órgão ligado à OMS) dão conta que o uso de capacete de segurança pode reduzir o risco de morte em quase 40% e o risco de lesões graves em, aproximadamente, 70%.

APolícia Rodoviária Federal realizou um estudo sobre a fiscalização de motocicletas nas rodovias federais piauienses e divulgou na manhã de hoje(25) uma análise dos riscos e consequências pra quem ainda insiste em conduzir esse tipo de veículo sem capacete de segurança.

Em 2020, a PRF registrou um aumento de 51,3% nos flagrantes de condutores ou passageiros transitando sem o equipamento se comparado ao ano de 2019. A instituição autuou 18.999 condutores por esse tipo de infração, tornando-se o estado do país, pelo segundo ano seguido, que mais autua motociclistas nessas condições. Esse índice indica que a cada duas motocicletas fiscalizadas pela PRF no estado, uma estava com o condutor ou passageiro sem o uso do capacete.

O trabalho de fiscalização a esse tipo de veículo se tornou necessário, devido aos altos índices de gravidade dos acidentes envolvendo motocicletas no Piauí. Os dados apontam que no ano passado, 720 pessoas sofreram lesões e estavam na condição de condutor ou passageiro de motocicleta, representando um índice de 55,6% do total de feridos no estado. No mesmo viés, 92 pessoas perderam a vida nessas mesmas condições, o que representa o índice de 56,8% do total de mortos nas rodovias federais piauienses.

O perfil das pessoas envolvidas nessas estatísticas muitas vezes se repetem. Na maioria dos casos, o condutor além de não estar usando o capacete de segurança, não possuía CNH e ainda estava alcoolizado, o que contribui pra potencializar a gravidade dos acidentes.

Dados da Organização Pan-Americana da Saúde - OPAS(órgão ligado à OMS) dão conta que o uso de capacete de segurança pode reduzir o risco de morte em quase 40% e o risco de lesões graves em, aproximadamente, 70%, o que corrobora com a necessidade de uma conscientização maior por parte de todos os condutores e passageiros para a obrigatoriedade do uso do equipamento.

A PRF alerta que o condutor que for flagrado nessas situações, será autuado no valor de R$ 293,47, somará sete pontos na CNH e pode ter o seu direito de dirigir suspenso além do recolhimento da habilitação. A viagem só poderá continuar se for com o uso do capacete por todos os ocupantes.

PRF - PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing