10/02/2021

Praias do litoral piauiense terão fiscalização e reforço policial durante o Carnaval

De acordo com o comandante da Ciptur, major Danilo Palhano, a partir de sexta-feira (12) a polícia irá atuar com barreiras de alcoolemia e fiscalizar estabelecimentos nas praias.

Companhia de Policiamento Turístico fiscaliza orla da praia de Luís Correia para evitar disseminação de coronavírus — Foto: Tiago Mendes/ TV Clube

Os municípios do litoral piauiense receberão um reforço na segurança e fiscalização a partir desta sexta-feira (12), quando começa o período do Carnaval. Entre as ações de policiamento, a Companhia Independente de Policiamento Turístico (Ciptur), que atende Luís Correia e região, irá montar barreiras de alcoolemia e trabalhar em conjunto com a Vigilância Sanitária para fazer cumprir o decreto estadual com medidas de prevenção contra a Covid-19.

Segundo o major Danilo Palhano, comandante da Ciptur, a fiscalização tem sido feita desde o início de fevereiro com apoio da Vigilância Sanitária e será mais forte no Carnaval, para combater aglomerações e eventos proibidos pelo decreto estadual.

“Intensificamos as fiscalizações dos estabelecimentos, como bares, restaurantes e barracas de praia. Nenhum pode ter qualquer tipo de som, com diz o decreto. Também orientamos aos turistas que tenham alugado casa na praia, que não planejem seus bailes de Carnaval a fim de colocar paredões de som, perturbar o sossego, porque isso tudo será fiscalizado”, disse.

Conforme o comandante, em Luís Correia e na praia de Barra Grande, em Cajueiro da Praia, haverá um efetivo policial para auxiliar na segurança, fiscalização, no trânsito e no turismo, contando também com apoio aéreo.

“Nós não estamos falando de um feriadão. Até porque segunda e terça-feira tem expediente normal no estado e nos municípios, não vai ter ponto facultativo. É um fim de semana que vamos trabalhar intensamente na fiscalização para o cumprimento do decreto”, disse.

Decreto estadual

Barracas de praia em Luís Correia — Foto: Reprodução/TV Clube

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), publicou no dia 26 de janeiro um novo decreto com restrições de funcionamento do comércio durante as prévias de carnaval para conter a disseminação da Covid-19 no estado e evitar um colapso na rede de saúde.

O decreto determina ainda a suspensão, em todo o estado, da realização de festas ou eventos comemorativos do carnaval, incluindo prévias carnavalescas e similares, em ambientes abertos ou fechados, promovidos por entes públicos ou pela iniciativa privada.

Estão proibidas todas as atividades que envolvam aglomeração, eventos culturais, atividades esportivas e sociais, bem como o funcionamento de boates, casas de shows e quaisquer tipos de estabelecimentos que promovam atividades festivas, em espaço público ou privado, em ambiente fechado ou aberto, com ou sem venda de ingresso.

Fica proibido o consumo de bebidas em locais públicos nos dias 6, 7, 13, 14, 20 e 21 de fevereiro. Fica vedada também a concessão de ponto facultativo nas repartições públicas no período definido em calendário para o carnaval, especialmente nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing