13/11/2020

Polícia incinera cerca de 400 kg de drogas apreendidas durante a pandemia no Piauí

Foram queimadas cocaína, maconha, skank (droga conhecida como 'supermaconha') e crack, entorpecentes apreendidos desde o início da pandemia da Covid-19 na capital.

Polícia incinerou cerca de 400 kg de entorpecentes em Teresina — Foto: Divulgação/PC-PI

A Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre) incinerou cerca de 400 kg de drogas nesta quinta-feira (12). De acordo com o delegado Luciano Alcântara, titular da Depre, os entorpecentes foram reunidos durante apreensões realizadas em Teresina desde o início da pandemia.

Dentre as drogas incineradas estavam: cocaína, maconha, skank (droga conhecida como 'supermaconha') e crack. “Essa foi a quantidade apreendida na capital do início da pandemia até o momento”, afirmou Luciano Alcântara.

Segundo o delegado, parte da droga destruída era muito valiosa. A incineração foi acompanhada pela Diretoria de Vigilância Sanitária do Estado (Divisa), conforme previsto na lei.

O órgão fiscaliza as condições para a destruição dos entorpecentes. “A droga deve ser incinerada em forno de alta temperatura de queima instantânea, sem afetar o meio ambiente e consequentemente a saúde humana”, explicou o fiscal Orlando Negreiros.

Droga incinerada foi resultado de apreensões feitas em Teresina desde o início da pandemia — Foto: Divulgação/PC-PI

Em caso de suspeita de tráfico de entorpecentes, a Depre orienta que a população denuncie pelo Disk Denúncia - 3216-5281 ou pelo aplicativo Depre DH, disponível na loja de aplicativos.

Fonte: Portal G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing