12/11/2020

PI: Polícia Civil investiga briga entre apoiadores de coligações rivais

No vídeo, é possível ver homens trocando socos e empurrões, enquanto outros tentam separar a briga. A confusão aconteceu nessa quarta-feira (11) no bairro Ulisses, em Cocal, Norte do estado.

Caso é investigado na delegacia da cidade de Cocal. — Foto: Blog do Coveiro

A Polícia Civil investiga uma briga entre grupos políticos que disputam a prefeitura da cidade de Cocal, no Norte do Piauí. O vídeo mostra uma briga generalizada que seria entre apoiadores do vice-prefeito Nonatinho do Sindicato (PT), e apoiadores do candidato Dr. Cristiano (MDB), ambos candidatos a prefeito.

O G1 não conseguiu entrar em contato com a equipe dos candidato Dr. Cristiano (MDB). A assessoria jurídica do candidato Nonatinho do Sindicato (PT) informou em nota que ele foi perseguido durante a visita ao bairro Ulisses, e que espera pela continuidade da investigação (leia a nota ao fim da reportagem).

No vídeo, é possível ver homens trocando socos e empurrões, enquanto outros tentam separar a briga. A confusão aconteceu nesta quarta-feira (11) no bairro Ulisses, em Cocal.

Segundo a delegada Daniela Dinali, um boletim de ocorrência foi registrado e a Polícia Civil investiga o caso. A delegada não informou a pedido de quem foi lavrado o boletim de ocorrência.

Três candidatos disputam a prefeitura da cidade de Cocal: Dr. Cristiano (MDB), Nonatinho do Sindicato e Gilson da Serraria (PSL).

Candidatos apresentam versões nas redes sociais
Em um vídeo compartilhado nas redes sociais nessa quarta-feira (11), o vice-prefeito Nonatinho do Sindicato afirmou que ele e seu grupo de apoiadores estavam sendo seguidos por pessoas em automóveis.

“Para nossa surpresa nós estamos sendo seguidos pelo pessoal da oposição, como você vê, os carros aí passando”, diz o candidato enquanto aponta para um automóvel que passa pelo local.

O candidato Dr. Cristiano, também nas redes sociais, em um vídeo publicado na noite de quarta-feira (11), comentou o caso e afirmou que um vereador de seu partido teria sido agredido pelos apoiadores da campanha do oponente. Cristiano também negou que apoiadores seus estivessem seguindo o outro candidato.

“Eles acabaram de agredir, vergonhosamente, um candidato a vereador nosso”, diz o candidato no vídeo.

Leia abaixo a íntegra da nota da assessoria jurídica de Nonatinho do Sindicato (PT):

O Candidato a Prefeito de Cocal Nonatinho do Sindicato usou de suas redes sociais ontem para se manifestar sobre tentativas de intimidação realizadas por apoiadores do candidato de oposição, quando foi perseguido no Bairro Ulisses, e, na continuidade das visitas, acabou sendo informado de situações de brigas entre populares. Sobre a ocorrência, espera pela continuidade do procedimento investigatório devido. O candidato reforça, ainda, que acredita no processo democrático, que continuará as visitas, pede discernimento e paz às pessoas, não compactuando com qualquer ato de violência que tumultue a festa democrática do domingo.

Fonte: Portal G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing