27/10/2020

Lagoa do Portinho na divisa de Parnaíba e Luiz Correia

Lagoa do Portinho, um verdadeiro cartão postal na divisa de Parnaíba e Luiz Correia.


A Lagoa do Portinho é cercada de dunas que se movimentam em virtude da erosão. Tem águas escuras contrastando com o branco das areias que lhe cercam. Representa um dos mais belos quadros da natureza turística piauiense.

Conta a lenda que as águas deste lago são lágrimas de “Macyrajara” uma linda índia da tribo Tremembés, enamorada de Ubitã, índio guerreiro de tribo inimiga da sua.

Tupã aconselhou Ubitã a não procurar Macyrajara ele teimou e ao chegar próximo a oca onde Macyrajara estava presa foi atingido por um flecha morrendo de imediato.

A índia ao tomar conhecimento da morte de seu amor ficou vagando três dias pela mata. Chovia muito e ela sentou-se perto a um olho d´agua chorando inconsolavelmente. Suas lágrimas misturaram - se as águas da chuva e as águas que corriam formando uma lagoa – a Lagoa do Portinho - que separou as duas tribos. Obra de Tupã, compadecido com o sofrimento da índia.

Foto: @raianelobao | texto: recantodasletras.com.br | Edição: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing