02/09/2020

Polícia investiga caso de cão sacrificado após morte de bebê no Piauí


A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) vai investigar a morte de um cachorro que foi sacrificado a pedradas e supostamente também a tiros ao morder um bebê de dois meses que morreu em decorrência dos ferimentos. O caso é bastante delicado e causa muita comoção. O cão que mordeu a criança era um pastor alemão, animal de estimação da própria família. 

Durante a investigação, a DPMA vai buscar identificar quem foi o autor dos tiros que matou o cão, considerado crime de maus-tratos, e se o atirador teria agido em estado de necessidade do bebê ou movido por forte emoção ou vingança. 

Até o momento, não há informações de como o cão feriu a menina que estava deitada na cama sob os cuidados da avó.

Ja a investigação sobre a morte do bebê é conduzida pelo 23º Distrito Policial. Segundo o delegado, Daniell Pires, que presidente o inquérito sobre a morte da menina, a investigação aponta para uma fatalidade.

Por Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing