23/09/2020

PI: tia da menina de 2 anos morta com tiro na cabeça diz que disparo não foi acidental: “Foi só por maldade”

Velório da criança ocorreu nesta terça-feira (22/09); Alvo do confronto dispensou atendimento no Hospital de Urgências de Teresina e está livre


Francisca das Chagas, tia da menina Maria Vitória dos Santos Barros, de dois anos, que foi morta em tiroteio durante confronto de gangues no Torquato Neto, zona Sul de Teresina, na noite da última segunda-feira (21/09), afirmou em entrevista à TV Meio Norte que o disparo que atingiu a criança não foi acidental.Maria Vitória (Foto: reprodução)

De acordo com a mulher, uma das testemunhas que estava presente no momento da troca de tiros viu que Vitória não foi vítima de bala perdida e sim morta por “pura maldade”

“Ele foi lá, atirou no homem. Na volta passou por ela e atirou na cabeça dela. Foi só por maldade, de propósito. A testemunha que socorreu ela, disse”, conta a tia.

O principal alvo do tiroteio, Daniel José, conhecido como “Sementinha do mal”, que seria menor de idade, foi encaminhado para o Hospital de Urgências de Teresina (HUT) juntamente com outras vítimas do confronto. Sem mandado de prisão, ele recebeu atendimento de emergência e após ser direcionada a ala verde do hospital dispensou restante do atendimento e fugiu do HUT.

A mãe do Sementinha disse em entrevista à TV Meio Norte que já tinha expulsado o filho do apartamento antes do confronto das gangues.

O velório de Maria Vitória dos Santos Barros ocorreu na tarde desta terça-feira (22) e foi marcado por muita dor e comoção de familiares. O caixão percorreu alguns bairros da capital, incluindo o Torquato Neto, em forma de homenagem.

A Polícia Militar reforçou a segurança no Torquato Neto após o constante registro de crimes, dentre eles o de homicídio e tráfico de drogas.

Fonte: Portal Oitomeia.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Translate

Anuncio google

Racing