06/08/2020

PI: adolescentes são apreendidos suspeitos de participação em latrocínio de capitão da PM

Dois adolescentes, um de 17 e outro de 16 anos, foram apreendidos suspeitos de participação na morte do capitão da Polícia Militar do Piauí, Adonias Pedreira dos Santos Lopes, em Teresina.

Delegacia de Segurança e Proteção ao Menor (DSPM) — Foto: Gilcilene Araújo/G1

Dois adolescentes, um de 17 e outro de 16 anos, foram apreendidos suspeitos de participação no latrocínio do capitão da Polícia Militar, Adonias Pedreira dos Santos Lopes. De acordo com a Delegacia de Polícia Interestadual do Piauí (Polinter), que investigava o caso, um deles foi o autor dos disparos contra o policial, que morreu após passar 11 dias internado.

O assalto aconteceu no dia 24 de julho, na Zona Norte de Teresina. Nessa quarta-feira (5), o primeiro suspeito de participação no crime, um jovem de 18 anos, foi preso na casa da companheira, também na Zona Norte da capital.

Segundo o delegado Everton Férrer, coordenador da Polinter, o primeiro adolescente, de 17 anos, foi apreendido pela Polícia Militar em um povoado entre Timon e Caxias, no Maranhão. Ele é suspeito de ter sido o autor dos disparos.

O segundo menor suspeito foi apreendido na Delegacia de Segurança e Proteção ao Menor (DSPM). "Estávamos em diligências para apreendê-lo, na Zona Norte, quando fomos informados de que ele havia ido até a delegacia, acompanhado de familiares, para se apresentar. Fomos até o local e fizemos a apreensão", disse o coordenador da Polinter.
Delegado Everton Férrer, coordenador da Polinter, em coletiva de imprensa na Delegacia Geral da Polícia Civil em Teresina — Foto: Lucas Marreiros/G1

Os dois menores agora estão sob responsabilidade da DSPM. "Eles foram ouvidos e estão colaborando. Os dois confessaram. Demonstraram frieza e não mostraram arrependimento. Agora vão ficar à disposição da Justiça", explicou o delegado Everton Férrer.

O primeiro suspeito, o jovem de 18 anos, foi encontrado na Vila Mocambinho, Zona Norte da capital, e preso em cumprimento a mandado de prisão temporária. “Ele já responde por um homicídio. Mas foi preso pela morte do capitão. Pessoas reconheceram ele como um dos autores do crime”, afirmou.

Entenda o caso

O policial militar capitão Adonias foi baleado durante um assalto no dia 24 de julho, no bairro Primavera, Zona Norte de Teresina. A arma e a moto do PM foram roubadas.

Um vídeo de câmera de segurança mostra o momento em que a vítima foi atingida pelos disparos de arma de fogo. As imagens mostram o momento em que três criminosos abordaram a vítima, quando ela chegava em casa.

Fonte: G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing