25/08/2020

Pai monta barraca de palha na mata a 500 m de casa para filho ter acesso à internet e assistir a aulas no PI

Estudante pedala 500 metros da sua casa até o local onde o sinal de internet móvel é bom o bastante para aceitar uma chamada de vídeo. Pai fez a barraca para proteger filho do sol e do calor durante a aula.


Pai fez cabana de palha na mata para filho assistir a aulas online no Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube

Com o início das aulas online para o ensino público no Piauí, muitos alunos tiveram que adaptar sua rotina para acompanhar o ano letivo. O estudante José Caique, 13 anos, que faz o 7º ano do ensino fundamental, mudou o seu cantinho de estudos, que antes era um cômodo da casa, para uma barraca de palha no meio da mata, único lugar com internet acessível na zona rural de Olho D'Água, cidade a 95 km de Teresina.

Por mais inusitada que pareça, a ideia de Francisco Sobral incentivou o filho a continuar estudando. As aulas do garoto acontecem online entre 13h e 15h e o único lugar na Localidade Pé da Serra onde a internet é o bastante para uma aceitar uma chamada de vídeo fica a 500m de casa, no meio da mata. De bicicleta, antes das 13h, Caique pedala até o local onde o pai fez a "construção" para abrigar o filho do sol e do calor.


A mãe e uma vizinha se locomovem com o jovem para que ele não fique sozinho no local. — Foto: Reprodução

“Ele é um guerreiro. Eu não consegui estudar, tive quer ir para roça. Ele se esforça muito”, declarou o pai.

A preocupação sobre os estudos do filho começou no início de agosto. A mãe Benedita Pereira recebeu um comunicado da escola informando que as aulas presenciais não seriam retomadas. “Vai ter que ser online, mas não tenho celular moderno com internet", lembrou.


Caique pedala até o local onde o sinal é bom o bastante para uma aceitar uma chamada de vídeo. — Foto: Reprodução

Celular emprestado

Parte da solução veio da solidariedade da tia Das Dores, que também é professora e compartilhou seu celular com José Caique.

“Aqui somos uma família, o que é de um é do outro. Ofereci meu celular que já era utilizado para fazer pesquisa por nós e ele usa o aparelho para as aulas sem nenhum problema”, declarou a tia.


Garoto usa celular emprestado e estuda em barraca de palha feita pelo pai no Piauí, para estudar — Foto: Reprodução/TV Clube

Até a professora de Português, Joana Borba, notou que algo diferente acontecia com o aluno da turma durante as aulas e se emocionou ao saber as condições que Caique enfrenta para poder estudar.

“Eu fico bastante feliz de saber que ainda existem pessoas interessadas na educação, querendo um futuro promissor”, disse.

Pai constrói barraca de madeira no RS


Menino de 11 anos acompanha as aulas em um telefone usado com plano de dados de R$ 40 em Estrela Velha — Foto: Giovana Dalcin/Arquivo Pessoal

E no Rio Grande do Sul, o pai de um menino de 11 anos construiu uma barraca com madeira e lona em meio a uma lavoura para que o filho conseguisse sinal e assistisse às aulas virtuais durante a pandemia.

Decretos no Piauí de isolamento social

Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas.

Aulas em escolas e universidades, a maioria das atividades comerciais, esportivas e de serviços em geral estão suspensas por tempo indeterminado.

Serviços essenciais como farmácias, postos de combustíveis e supermercados continuam mantidos mas estão regulamentados. O atendimento em clínicas, hospitais e laboratórios, assim como o funcionamento de escritórios de advocacia e contábeis também foram liberados mediante cumprimento de regras.

O uso de máscaras em locais públicos tornou-se obrigatório em todo o estado. Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão.

Prevenção, contágio e sintomas

Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, sempre usar máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença.

É importante também ficar atento quanto aos principais sintomas (tosse seca, congestão nasal, dores no corpo, diarreia, inflamação na garganta e, nos casos mais graves, febre acima de 37° C e dificuldade para respirar). Um guia ilustrado preparado pelo G1 ajuda a tirar dúvidas.

Fonte: Portal G1 PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing