31/08/2020

Navio apreendido em área de preservação no Piauí tinha 12 toneladas de óleo diesel a bordo

A embarcação também levava três mil caixas de cigarros contrabandeados. A carga apreendida está avaliada em R$ 3 milhões.

Embarcação encalha em praia do litoral do Piauí - Foto: Arquivo

Além de três mil caixas de cigarros (quase uma tonelada) contrabandeados, o navio cargueiro que encalhou numa área de preservação ambiental do município de Cajueiro da Praia, no litoral do Piauí, levava mais de 12 mil litros de óleo diesel, cuja origem também está sob investigação. A carga apreendida na embarcação está avaliada em mais de R$ 3 milhões.

Na sexta-feira (28), quando foi concluída a retirada das últimas 400 caixas de cigarros, uma equipe formada por agentes da PF, do Corpo de Bombeiros e da Marinha do Brasil iniciou a drenagem dos 12 mil litros de óleo dos barris estocados nos porões do cargueiro.


Todo o cigarro e o óleo retirados da embarcação são levado para depósitos da Polícia Federal e da Marinha em Parnaíba. Os nomes dos tripulantes e dos donos da embarcação ainda não foram descobertos.

Segundo um policial que participa das investigações sobre o caso, pela quantidade de óleo encontrada no barco, pode-se dizer que a viagem dos contrabandistas seria longa. O combustível também pode ser de origem ilícita. "Mas tudo leva a crer que a mercadoria seria entregue mesmo para alguém do Piauí", diz o policial.

Pescadores da região acreditam que a embarcação encalhou em Cajueiro da Praia, a 384 km de Teresina, na segunda-feira (24) à noite, mas só na terça-feira (25) policiais federais, homens da Marinha e da Polícia Militar do Piauí constataram o encalhe e encontraram a carga com o contrabando.


ENTENDA O CASO
Na terça-feira (25), a Marinha, a Polícia Militar e a Polícia Federal foram acionadas para averiguar a situação da embarcação que apareceu encalhada próximo à praia. Logo na primeira abordagem dos policiais o contrabando foi descoberto e a carga foi apreendida. Desde então o caso está sendo apurado pela Polícia Federal com apoio da Marinha.

Quando os policiais do Núcleo Especial de Polícia Marítima da Polícia Federal (Nepom) chegaram ao navio não havia mais ninguém. A tripulação já havia fugido. Até o momento ninguém foi identificado ou preso.

O local onde o barco encalhou é uma área de preservação ambiental. Por isso a Marinha acompanha de perto o trabalho de retirada da carga, principalmente do óleo. No dia em que a embarcação foi encontrada a Marinha emitiu uma nota à imprensa sobre o caso.


Leia a nota da Marinha na íntegra:

"A Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania dos Portos do Piauí (CPPI), informa que tomou conhecimento do encalhe de uma embarcação, ocorrido hoje (25), nas proximidades da cidade de Cajueiro da Praia-PI. 

Uma equipe de Inspeção Naval da CPPI foi encaminhada para o local a fim de obter mais informações. 

A embarcação foi encontrada sem tripulantes e com carregamento de cigarros. A Capitania já acionou o órgão competente para adotar as medidas cabíveis com relação ao material. 

A Marinha do Brasil conclama a sociedade a participar ativamente nesse esforço de fiscalização, informando qualquer situação que possa afetar à segurança da navegação, a salvaguarda da vida humana no mar e vias navegáveis ou que represente risco de poluição ao meio hídrico."

Blog do Brandão/Piauí Hoje | Edição: Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Nossa matérias em seu E_mail

Digite seu endereço de e-mail:

Entregue por PHBemNota

Racing